comida

Banco Alimentar Contra a Fome do Porto recolheu mais de 380 toneladas de alimentos

Este foi o resultado da ação de novembro, que juntou mais 12 toneladas do que na última, realizada em 2019.
Bens vão apoiar mais necessitados

A mais recente campanha de recolha de alimentos do Banco Alimentar Contra a Fome do Porto angariou mais de 380 toneladas de produtos alimentares. A ação decorreu no fim de semana de 27 e 28 de novembro e superou os números registados em anos anteriores. Entre os alimentos que mais foram doados, destacam-se 98 toneladas de arroz, 85 toneladas de leite e 84 toneladas de massas.

O resto da lista de bens mais angariados inclui bolachas e leguminosas em conserva, que juntas contabilizam cerca de 51 toneladas e ainda açúcar, charcutaria em conserva, conservas variadas, óleo e azeite, que no total somaram também 40 toneladas.

A campanha envolveu 310 super e hipermercados do distrito do Porto e 3.700 voluntários. Destes, três mil foram distribuídos pelas várias lojas, enquanto 700 estiveram no armazém do Banco Alimentar do Porto, em Perafita, a fazer a receção, separação e armazenamento dos bens doados.

Feitas as contas, nesta campanha foram angariadas mais 12 toneladas de alimentos do que na última iniciativa, realizada em 2019. O presidente do Banco Alimentar do Porto, António Cândido, agradeceu em comunicado o apoio e a generosidade da comunidade desta zona do País salientando os bons resultados. “Estes números mostram-nos, sem margem para dúvida, que a comunidade está hoje, e mais do que nunca, solidária e preocupada em ajudar o próximo.

Ao todo, o Banco Alimentar Contra a Fome do Porto apoia mais de 300 instituições, através das quais chega a mais de 60 mil pessoas referenciadas. A próxima ação está já marcada para maio de 2022.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA