comida

Boas notícias para o Porto: restaurante Vila Foz mantém estrela Michelin

Na primeira cerimónia realizada em Portugal, o guia gastronómico renovou, uma vez mais, a distinção atribuída ao restaurante desde 2021.
A estrela foi renovada pelo segundo ano consecutivo.

À beira mar, num palacete do século XIX, o Vila Foz ergue-se como um hotel de luxo, com o restaurante homónimo Vila Foz, comandado pelo chef Arnaldo Azevedo. Aberto desde 2019, foi em dezembro de 2021 que recebeu a primeira estrela Michelin, que identifica uma “cozinha de grande nível, a merecer uma paragem”. Agora, esta terça-feira, 27 de fevereiro, renovou a estrela durante a primeira Gala Michelin realizada em Portugal.

“É um desafio conseguirmos alcançar uma estrela, mas o derradeiro trabalho será mantê-la. A consistência é o mais importante e desde o primeiro momento que nos é atribuída a menção temos de manter a consistência sem percalços. É um resultado que nem sempre conseguimos prever, mas é acreditar todos os dias no que fazemos e acreditar que mais dia menos dias essa distinção chegue e se mantém”, conta à New in Porto, Arnaldo Azevedo, a propósito da renovação da estrela Michelin no espaço, pelo segundo ano consecutivo.

Foi no restaurante familiar, Toca da Formiga, em Ermesinde, que Arnaldo desenvolveu a arte que o levou a, anos mais tardes, formar-se na Escola de Hotelaria de Santa Maria da Feira. O Hotel Sheraton Pine Cliffs no Algarve foi a sua primeira paragem no fim da formação. Seguiu-se uma passagem pelo Mesa, no Porto, ao lado do chef Luís Américo; e outra no Amadeus, em Almancil.

Chegou ainda a chefiar o Palco, no Hotel Teatro, antes de se mudar para o Vila Foz Hotel & Spa, onde ainda até hoje de mantém, ao comando dos restaurantes Vila Foz e Flor de Lis. Nas suas “obras gastronónimas”, os protagonistas são os peixes e mariscos da costa portuguesa, com dois menus de degustação à base de carne e, ainda, um menu degustação 100 por cento vegetariano.

Aqui, “entre elegantes molduras, douradas de época e espelhos inspirados em grandes palácios, poderá descobrir a cozinha gourmet do chef Arnaldo Azevedo, que, através dos seus menus, defende uma cozinha contemporânea que enaltece o sabor dos fantásticos peixes e mariscos portugueses”, pode ler-se na nota de apresentação do restaurante no Guia Michelin. 

A bíblica da culinária mundial faz ainda referência ao balcão, virado para a cozinha. Trata-se de uma opção “mais pessoal, próxima e intensa denominada Kitchen Seat, reservada exclusivamente para apenas dois comensais e na qual a experiência é realçada interagindo com o chef”.

À NiP, o chef de 38 anos confessa que, agora, os planos para 2024 estão focados em melhorar dentro do possível a experiência e serviço à mesa, para virem a alcançar a segunda estrela Michelin. “A ideia é todos os dias tentarmos ser melhores para um dia sermos merecedores de uma segunda estrela. O mais importante é ter a ambição de alcançarmos este patamar e não desistirmos. É um esforço de toda uma equipa, não de uma pessoa só, e tem de ser mantido”, reforça.

Portugal conta assim com 31 restaurantes com uma estrela Michelin. Já nas duas estrelas, sete espaços mantiveram a sua distinção, sendo que a novidade e destaque da noite foi para o chef Vítor Matos, que alcançou a segunda estrela no seu restaurante Antiqvvm.

Entre os 20 restaurantes recomendandos pelo Guia Michelin Portugal 2024, quatro são do Porto: o Apego, com a chefia de Aurora Goy; o Blind, com Vítor Matos e Rita Magro; o Fauno, com o chef Tiago Amorim; e o Gastro com chefia de Ricardo Dias Ferreira.

Carregue na galeria para (re)descobrir o Vila Foz e as propostas originais do chef Arnaldo Azevedo.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Av. de Montevideu, 236
    4150-516 Foz do Douro
  • HORÁRIO
  • Todos os dias das 12h30 às 22h30
PREÇO MÉDIO
Mais de 50€

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA