comida

Da Rússia ao Porto, Yana apaixonou-se pela comida local e trouxe um novo conceito à cidade

No Borboleta vai encontrar sempre pratos diferentes, numa cozinha que aposta tudo em produtos frescos e originais.
Vai ter experiências diferentes num só espaço.

O calor das pessoas, o espírito colaborativo, as vistas, a cultura e claro, a comida são alguns dos aspetos que conquistam qualquer turista que passe uns dias no Porto. Pelo menos foram estas as razões que levaram Yana Korzyn a dar um passo em frente e transformar mesmo esta cidade no seu novo lar. 

“A minha vinda a Portugal é uma história e tanto. Sou natural da Rússia e morei lá durante a maior parte da minha vida. Contudo, quando a guerra começou, decidi deixar o meu país natal para encontrar um novo lugar onde me estabelecer, por um único motivo: sou contra a guerra”, começa por contar à NiP, a mulher de 30 anos.

A empresária na área da restauração chegou ao Porto pela primeira vez em abril de 2022. Admite à New in Porto ter sentido uma ligação instantânea com a cidade. “As pessoas, a cultura, as paisagens, sem falar da comida e do vinho, conquistaram logo o meu coração. Senti uma ligação imediata com este lugar e soube que queria fazer do Porto a minha casa”.

Durante uma década, a jovem trabalhou no marketing digital da empresa Bayer, e apesar de gostar do que fazia, ambicionava fazer algo mais “autêntico, dinâmico e energizante”. Retribuir à comunidade portuense e causar um impacto positivo é um dos grandes propósitos da jovem que viu na restauração, uma forma de o concretizar.

No início do verão passado, conheceu a Kate Plotnikova, quem viria a tornar-se a sua sócia e chef no Borboleta. Ao longo de seis meses procuraram o local e o conceito perfeito para trazer uma nova experiência gastronómica que não só trouxesse alegria à vida das pessoas, mas também contribuísse para a comunidade local.

O Borboleta abriu a 21 de dezembro em soft-opening. “Estamos aqui para servir comida realmente boa, deliciosa, mas sem grandes complicações. E consigo garantir isso com a Kate no comando. Todas as manhãs, ela vai aos mercados e mercearias locais, escolhe os produtos mais frescos e sazonais para proporcionar um almoço que deixe vontade de repetir e voltar”, acrescenta Yana.

Já ao jantar a história é outra. Ambas as sócias quiseram apostar numa experiência elegante e sofisticada, num jogo de texturas e sabores. Os fins de semanas são mais dinâmicos, com um brunch onde o inesperado costuma acontecer. Pode ser um workshop de pizza, um churrasco ou uma experiência que o leva até o melhor da Turquia sem sair da cidade. Vai ser sempre uma surpresa.

“O nome Borboleta reflete o nosso percurso até cá, porque é um novo começo, tal como uma borboleta emergindo. Queríamos criar um espaço onde as pessoas pudessem vivenciar algo emocionante, e até provar coisas que nunca antes fizeram sem necessidade de visitar outra cidade ou país”, explica.

A promessa no Borboleta é os pratos serem tão diversos e integrantes como os clientes que por lá passam. O espaço dispõe sempre de dinâmicas diferentes, que passa por dias inteiros dedicados às mais variadas cozinhas do mundo. Mas pode sempre provar os variadíssimos sabores que o novo hot spot portuense tem para oferecer.

Um dos destaques do menu fixo do Borboleta é o bife tártaro, sob um creme de beringela, salsa de tomate e rabanetes (12€). Se quiser uma refeição mais ligeira, a escolha certa será a muhammara com burrata, anchovas, raspas de limão e sementes de coentros (12€).

Para os amantes de peixe, todos os dias, há uma variedade da espécie que pode ser curado com sementes de tomate e pimentos (10€) ou com tabule de couve-flor (18€). Já para os carnívoros, a sugestão passa pelos secretos de porco preto grelhados com salada de ervas aromáticas (15€), o vitello tomato (18€). Se for corajoso, pode provar o fígado de galinha com manga, cebolas, cogumelos e molhos d’oriente médio (16€).

No final da refeição, chega uma panna cotta com calda de framboesa ou brownie de chocolate preto com halva de sementes de girassol. As duas sugestões custam 8€.

O Borboleta ainda abre as suas portas para, alguns dias por mês, receber diversas dinâmicas como ciclos de leitura, Lady’s Night, entre outras. Motivos não faltam para (re)descobrir este espaço.

Carregue na galeria para descobrir o espaço e a suas variadíssimas e inusitadas propostas. Não esqueça que a estação de metro mais próxima do novo restaurante portuense é nos Aliados. 

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    R. de Dom Manuel II, 346
    4050-344 Porto
  • HORÁRIO
  • Quarta-feira a sábado das 12h às 15h e das 19h às 23h
  • Domingo das 12h às 17h
PREÇO MÉDIO
Entre 20€ e 30€
TIPO DE COMIDA
Brunch, Comida do mundo

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA