comida

O Douro desce às mesas do Porto neste novo restaurante

No Bull Baixa, a estrela é a carne arouquesa, cujos petiscos se fazem acompanhar por cocktails.
A estrela

A pandemia apareceu de forma inesperada e mudou a vida de quase todos. Se, para uns, as alterações se resumem à introdução do teletrabalho ou ao tempo extra que passaram em casa devido ao confinamento, para outros, as mudanças foram mais drásticas e representam verdadeiras voltas de 180 graus.

Os amigos Hugo Vieira e Tiago Silva, naturais de Cinfães, são bons exemplos disso. O primeiro viu-se obrigado a fechar o restaurante que tinha na sua terra natal e a esplanada que abriu para o verão, também na mesma zona, teve o mesmo fim. Tiago, por sua vez, regressou da Holanda, onde estudava Música Clássica.

Como sabemos, nem tudo são desgraças, a pandemia também trouxe várias oportunidades e a destes amigos trouxe-os ao Porto. Há já alguns anos — pelo menos três ou quatro — que tinham o sonho de criar um negócio juntos e a oportunidade surgiu agora. “Andávamos há algum tempo a ver sítios no Porto mas nenhum nos agradava. Até que encontrámos este e decidimos que agora era o momento ideal para investir”, revela à New in Porto, Hugo Vieira.

Foi assim que nasceu o Bull Baixa, o novo restaurante na rua do Almada que abriu a 23 de outubro. O trabalho foi todo feito pelos dois de raiz. Fizeram as obras que o espaço necessitava, trataram da decoração — com um estilo cool de taberna moderna — e são eles que fazem a comida, as bebidas e todo o serviço. Só quando sabem que os dias serão de maior movimento é que pedem ajuda a alguém extra.

Além do espaço interior, terão duas esplanadas. A primeira será na parte da frente do restaurante, na rua, e deverá abrir nos próximos dias. A outra é na parte de trás e só deverá estar pronta em março. O conceito do restaurante não é fácil de definir, isto é, não tem exatamente um conceito, é algo mais livre. A única certeza é que todos os pratos servidos são à base de carne arouquesa, devidamente certificada.

“Queríamos inovar à base das tapas mas também mostrar a qualidade dos produtos da nossa terra. Queremos destacar-nos pela qualidade, por ter uma carne de produção pequena e certificada e por receber bem os clientes, com carinho e dedicação como nos ensinaram”, explicam. 

Tendo em conta que os petiscos da carta são todos feitos com carne arouquesa, pode aqui encontrar o hambúrguer (9,50€), feito com pão brioche, o preguinho (5€), com pão de água, o prego Bull (8,50€) em bolo do caco com tinta de choco, ou até A Verdadeira (12€), um prato de pedaços de carne acompanhada por batata rústica ou salada.

Quem preferir uma opção vegetariana não se preocupe porque vai encontrá-la. Aparece na carta sob a forma de um hambúrguer vegetariano (6,50€), que consiste num hambúrguer de feijão preto, bolo do caco de espinafres, cebola caramelizada e cogumelos.

No campo das bebidas não pode deixar de provar os cocktails da casa. Há opções tão distintas como A Batida (7€), o whisky sour (6,50€), o Buffalo sour (7€), a caipirinha (5€) ou a margarita 360 (8€), o Porto Flip (7€) ou o clover club (8€).

Para tornar o espaço mais dinâmico, estão a preparar algumas noites com música ao vivo. A próxima é já este domingo, 28 de novembro, e será dedicada ao samba. Os artistas presentes serão Angelo B., Reinaldo Costa e Neném do Chalé.

Quem manda nisto tudo?

Nome: Tiago Silva/Hugo Vieira
Idade: 23/26
Prato favorito: Hambúrguer arouquês/Prego Bull
Guilty pleasure: Carne
Convença-nos a visitar o espaço: “A qualidade da carne e o ambiente que conseguimos proporcionam que as pessoas se sintam felizes.”

Carregue na galeria para ver com mais detalhe o Bull Baixa.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua do Almada, 349
    4050-038 Porto
  • HORÁRIO
  • Segunda, quarta e quinta-feira das 17h às 00h
  • Sexta-feira e sábado das 17h às 02h
  • Domingo das 15h às 00h
  • Fecha à terça-feira
PREÇO MÉDIO
Menos de 10€
TIPO DE COMIDA
Bar, Petiscos

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA