comida

Elefantes, tapas de francesinha e muita cerveja: o Delirium Café chegou ao Porto

A nova casa da cervejaria belga traz à cidade uma longa lista de cervejas, num espaço onde até há um salão de jogos.

A cervejeira belga tem mais de duas dezenas de spots espalhados pelo mundo, embora quem entre pela porta do novo espaço, rapidamente percebe em que cidade aterrou. As pistas surgem um pouco por todo o lado. Nas paredes, dois enormes painéis de típicos azulejos portuenses, mas aqui com os motivos da Delirium: o elefante rosa e, claro, as linhas a rosa sobre branco. Não é tudo. Na carta, a especialidade da cidade é já um best seller, num formato peculiar: chega ao prato como uma tapa para picar, sem o bife e o topo do pão; o molho não falta.

É este o cenário da mais recente cervejaria da cidade, o Delirium Café Porto, que traz a marca de cerveja belga finalmente à cidade. De portas abertas desde o início de maio, está instalada no Jardim da Cordoaria, a dois passos do famoso coreto — local de folia, de comes e bebes.

“É uma zona estratégica que não e só para locais. Esta é uma marca com muita força em termos internacionais, é uma marca de culto e tornou-se mais ou menos óbvio que precisaríamos de um espaço grande, onde pudéssemos ter vasta oferta de cerveja à pressão e em garrafa”, explica à NiT Carlos Santos Nunes, sócio do Grupo Morro, proprietário do espaço e de outros locais na cidade, casos da Esplanada do Jardim do Morro e do Morro Beach Club.

O omnipresente elefante rosa marca a longa fileira de torneiras à entrada. São 30 as cervejas disponíveis à pressão, mais 140 referências em garrafa, todas elas internacionais. Vai poder provar, naturalmente, as criações da Delirium, mas marcas como Floris, Artevelde, Guillotine, Floris, Erdinger, Chimay, Duvel, Maredsous, La Trappe, Cantillon e 3 Fonteinen, entre muitas outras.

A acompanhar a cerveja há uma carta desenhada pelo chef Luís Américo. Além da tapa de francesinha (7,5€), que ganhou estatuto de bestseller, também criou opções de assinatura para refeições mais encorpadas. Pode provar o risotto de cogumelos em delirium (18€), bife à cervejeiro (18€) ou surf and turf (72€ para duas pessoas) que inclui camarão tigre e T-Bone.

Para petiscar, pode provar a poutine à moda do Porto (7€) — aqui o prato canadiano faz-se com queijo gratinado e molho de francesinha —, prego em pão (7,5€), bifana à moda do Porto (12€) ou picanha fries (18€), nada mais nada menos do que picanha laminada com batata frita e molho chimichurri. Há ainda os habituais nachos, guacamole, batatas bravas ou salsicha alemã com maionese de caril, pratinhos com preços entre os 8,5€ e os 14€.

Este não foi um projeto feito em cima do joelho. A proposta para abrir um espaço da Delirium na cidade chegou há dois anos e estava a ser estudada desde então.

“Foi preciso encontrar o local indicado para acolher esta oferta diferenciadora”, nota Nuno Barbosa, outro dos sócios do grupo. “Já lá funcionava um restaurante. Permitiu-nos ter ali uma primeira zona mais estreita, típica dos edifícios portuenses, onde colocámos as cervejas. Depois, atrás, há uma sala com um pé direito brutal, com cinco ou seis metros. E há também a esplanada, com todo aquele jardim e envolvente.”

Esse pé direito foi aproveitado para criar uma sala mais ampla, onde todos os olhos se focam no gigantesco elefante rosa mandado fazer de propósito para o efeito. E ali está, pendurado no teto, a dar as boas-vindas. Quem preferir, pode também optar pela esplanada da entrada ou uma zona de mesas altas, para convívios mais animados e consumos mais informais.

“Quisemos ir além do franchising. Somos obrigados a comprar as cervejas deles, mas tudo o resto é deixado à nossa criatividade”, nota Carlos Santos Nunes sobre o espaço com 350 metros quadrados. “A ideia do elefante foi para criar ali uma coisa fotogénica, para marcar o espaço.”

No espaço encontra-se também uma zona de jogos com máquinas de flippers. E no centro da sala principal, uma estrutura onde um DJ irá animar as festas que se avizinham.

Carregue na galeria para ver mais imagens do novo Delirium Café Porto.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Campo dos Mártires da Pátria, 51
    4050-456 Porto
  • HORÁRIO
  • Terça-feira a domingo das 16h às 00h
PREÇO MÉDIO
Entre 10€ e 20€
TIPO DE COMIDA
Cervejaria

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA