comida

Está de volta o famoso jantar do GH Porto onde pode comer tudo o que quiser por 15€

O Big Table Dinner, que junta estranhos e não só, acontece todas as quintas-feiras e é aberto ao público.
Uma ótima sugestão para conhecer novas pessoas.

Foodies, viajantes e portuenses: estão todos convidados para o jantar do Gallery Hostel Porto, que promete ser uma fusão histórica de gastronomia e conexão social no coração da cidade. O Big Table Dinner tem sido um evento de referência há mais de dez anos e acontece todas as quintas-feiras, a partir das 19h30.

O momento é composto por um banquete estilo buffet por apenas 15€ por pessoa. O objetivo central da refeição é tornar mais fácil o processo de conhecer novas pessoas e formar conexões com estranhos que podem vir e, quem sabe, transformarem-se em amizades para toda a vida.

“O Big Table Dinner no Gallery Hostel Porto não é apenas um evento. É uma oportunidade para mergulhar no espírito do Quarteirão das Artes do Porto, jantar com estranhos e sair com uma bolsa cheia de novas histórias e amizades. Convidamos os locais e não só a juntarem-se a nós, todas as quintas-feiras, para uma experiência que transcende as delícias culinárias e o acolhe numa comunidade de mentes diversificadas e criativas”, comenta Luís Mendes, responsável pela comunicação do espaço.

Localizado na Rua Miguel Bombarda, no número 222, no coração do Quarteirão das Artes do Porto, o evento aproveita a atmosfera vibrante do bairro para atrair uma multidão diversificada de pessoas que estejam dispostas a partilhar histórias, experiências e risos. Além disso, o evento é uma oportunidade única para os participantes explorarem as exposições de arte e conectarem-se com artistas emergentes, designers, criativos, programadores culturais, entre outros.

Dada a popularidade do evento e o desejo de manter uma atmosfera intimista em cada jantar, o evento conta com lugares limitados. Por isso, aconselhamos a reservar mesa através do email info@nullghrestauranteandcafe.com ou pelo contacto 935 475 664. O primeiro jantar acontece esta quinta-feira, 18 de janeiro, pelas 19h30.

Ainda esta semana, no sábado, 20 de janeiro, o Gallery Hostel Porto prepara-se para receber a primeira exposição do ano. O hostel portuense recebe a mostra do artista brasileiro, Christian Baes, intitulada “Há Cor”.

A exposição está inserida nas inaugurações simultâneas de Miguel Bombarda, um evento que acontece seis vezes por ano, com mostras bimensais. Esta é uma oportunidade única para os visitantes mergulharem nas séries fotográficas inéditas do artista, de 35 anos, intituladas Behind the Rain: Nova Iorque (2017), Braga (2020) e Porto (2023). O título escolhido para a exposição tem várias interpretações, incluindo a reconexão com a frase: “O mergulho na tela nos faz cor”, escrita pelo artista, em 2011, como uma metáfora para a pulsão de vida despertada ao contemplar uma obra de arte.

Esta exposição a solo do fotógrafo não é apenas uma celebração visual das cidades, através das lentes sensíveis de Christian Baes, mas também uma exploração da teoria da Modernidade Líquida, cunhada pelo sociólogo e filósofo Zygmunt Bauman. A modernidade líquida é uma metáfora que descreve a condição de mobilidade e mudança constantes nas relações, identidades e economia global na sociedade contemporânea.

A exposição convida os visitantes a explorarem as nuances de NYC, a cidade que nunca dorme, através do minimalismo de três imagens em sequência. A série Braga, de 2020, reflete sobre a pandemia de Covid-19 e as ruturas significativas em nossas vidas, enquanto as fotografias inéditas do Porto, em 2023, destacam a vulnerabilidade da vida em plenos conflitos globais, buscando intensamente pela “cor” num cenário, muitas vezes, associado à melancolia.

“Uma das fases mais especiais e importantes do processo é quando, após muitos testes, alcançamos a calibração do papel e da impressão que proporciona o resultado desejado. Costumo dedicar horas a esse processo, é um momento de alegria, prazer e cuidado. O papel certo é um elemento muito importante na qualidade final e na transmissão da sensorialidade da obra”, refere o artista.

O artista estará presente na inauguração deste sábado, 20 de janeiro, para realizar uma visita guiada entre as obras. A entrada é gratuita e poderá visitá-la até ao dia 14 de março. A estação de metro mais próxima do GH Porto é a dos Aliados.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA