comida

Iron Maiden foram ao Douro fazer o vinho mais metal de Portugal

O produto com a assinatura da banda inspira-se no tema "Darkest Hour". É uma parceria com a Van Zeller Wine Collection.
Os britânicos já têm a sua marca de cervejas.

Por esta é que ninguém estava à espera. Juntar o metal dos Iron Maiden e as uvas do Douro pode parecer uma ideia bizarra, mas foi precisamente isso que aconteceu a 12 de março na ProWein, a maior feira do setor vinícola e que se realiza na Alemanha. 

Numa parceria com a Van Zeller Wine Collection, empresa anteriormente conhecida como Barão de Vilar, a banda britânica criou assim o seu rótulo original do Douro. Inspira-se, claro, num dos seus temas.

Chama-se Iron Maiden Darkest Red e rouba inspiração a “Darkest Hour”, canção do disco “Senjutsu”, editado em 2021. A aposta não será totalmente estranha para quem acompanhe o percurso do grupo liderado por Bruce Dickinson, é que os Maiden já têm uma marca própria de cerveja, a Trooper.

A referência é feita a partir de duas castas tradicionais da região do Douro, a Touriga Nacional e a Tinta Roriz, colhidas em 2021. O vinho estagiou seis a nove meses em barricas de carvalho e tem um teor alcoólico de 13,5 por cento. Para o enólogo Álvaro Van Zeller, este foi um desafio que o fez “sair da zona de conforto”. “Não apenas porque é uma parceria de muita projeção internacional para o Douro, o que muito nos honra, mas também porque os Iron Maiden foram muito marcantes para a minha geração”, acrescentou.

O vinho Iron Maiden Darkest Red 2021 estará disponível em breve na loja online da banda. Irá custar 14€.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA