comida

Mercadona vai baixar os preços de 500 produtos até ao final do ano

A medida da cadeia espanhola de supermercados vai permitir que cada cliente poupe 150 €. A descida será aplicada já este mês.
Por enquanto, acontecerá só em Espanha.

Atum, queijos, iogurtes, frutos secos, óleo, ração para animais, bolos, bebidas alcoólicas e perfumes. A Mercadona vai baixar o preço de 500 produtos de consumo diário até ao final do ano. O anúncio foi feito pela própria marca esta quarta-feira, 12 de abril. A descida começa já este mês e traduzir-se-á numa poupança anual de 150 € para os consumidores — mas, por enquanto, apenas vai beneficiar os espanhóis.

Para já, a medida para atenuar o impacto da inflação será aplicada apenas em Espanha, refere a empresa. A insígnia garante que tomou a decisão após verificar que os custos já estão começaram “lentamente” a cair, após mais de um ano de forte pressão ascendente.

Com esta iniciativa, a retalhista rompe com a estratégia de não fazer promoções. Alguns produtos como o leite, a farinha ou legumes estão mais baratos na origem, o que permite transferir essa redução o mais rapidamente possível para uma vasta gama de artigos, explicaram fontes da empresa ao jornal “El País”.

A iniciativa “é realizada sem afetar a qualidade dos produtos e garantindo a sustentabilidade de toda a cadeia alimentar (fornecedores, setor produtivo, empresa e trabalhadores)”, asseguram. O grupo Mercadona estima ainda que a poupança total para os consumidores se refletirá em cerca de 200 milhões de euros até ao final do ano. Quanto ao impacto nas margens de lucro da empresa, será de menos 0,6 pontos percentuais.

A filial portuguesa explicou à NiT que os dois países “estão em fases diferentes”, nomeadamente em termos de redução do IVA, que em Espanha entrou em vigor há três. Daí que a redução dos preços não seja tão expressiva no nosso País.

“A Mercadona, como parte do seu modelo de gestão, tem o compromisso de baixar os preços de venda ao público quando os preços de custo descem. Isto depende das condições comerciais aplicadas a cada produto e pode haver variações entre os países. Efetivamente, estão a ser realizados vários ajustes de preços, tanto em Espanha como em Portugal”, detalhou fonte da empresa.

No final de 2022, a Mercadona partilhou a sua intenção de abrir mais 10 supermercados em Portugal — divididos pelos distritos de Braga, Porto, Lisboa e Coimbra —, continuando assim o processo de expansão da marca que já conta com 39 espaços espalhados pelo País. Aproveite para ler o artigo e descobrir onde vão abrir as próximas lojas. Leia ainda este artigo sobre o segundo centro logístico que a empresa vai abrir no Ribatejo. E descubra o detergente da Mercadona favorito dos portugueses — compram 1.700 embalagens por dia. Afinal, por que é que aquele bolo congelado da Mercadona é “mesmo incrível”? A NiT desvendou o segredo.

Carregue na galeria e conheça outros dos produtos mais vendidos nos supermercados da retalhista espanhola em Portugal.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA