comida

Sugestão NiP: o brunch do Garden Porto tem novidades na carta

O spot está aberto todos os dias e existem planos para um novo espaço ainda este ano.
Irresistível

O brunch é, mais do que uma refeição do dia, um conceito que está cada vez mais entranhado entre os portugueses — e os portuenses também. Juntar os amigos para um brunch de fim de semana é já uma tradição para muitos e há algumas especialidades que não podem faltar como os ovos ou as panquecas.

Vai encontrar esses dois pratos no Garden Porto, mas também muitas outras opções. Apesar de o espaço estar aberto desde março de 2019 há algumas novidades na carta que vale a pena conhecer. Mas vamos começar pelo início.

A ideia partiu de Alexandre Castro, que sempre trabalhou em restauração. Depois de cinco anos a trabalhar em Londres, regressou ao Porto e conheceu os dois sócios com quem viria a concretizar o sonho de ter um restaurante, Manuel Barros e Filipe Barbosa, ligados à área do têxtil. “Surgiu a moda do brunch e há cerca de três anos ainda não estava muito entranhada no Porto, por isso, adaptei o que sabia do brunch de Londres à cultura portuguesa”, explica Alexandre à New in Porto.

O espaço é moderno com um toque ligeiramente vintage com muitos materiais como madeiras e plantas naturais, precisamente para dar a ideia de jardim. Além da esplanada e do conceito verde em que tudo é reciclável, um dos grandes destaques da decoração é o chão em calçada portuguesa.

No que toca à ementa, o objetivo é que “todos possam usufruir da comida”. Nesse sentido há pratos que se alinham mais num conceito de street food, outros mais saudáveis e outros também vegetarianos. Alguns dos mais apreciados são o camarão pipoca com maionese agridoce (5,50€), as panquecas (desde 5,30€) e as tostas (7€). Mas não fica por aqui.

“Queremos que nos conheçam por termos uma comida saborosa com atendimento, rápido, um espaço confortável e com boa música.”

Entre as novidades da carta, estão opções como o veggie burger (9,90€) o brioche folhado de salmão (8,50€), a Garden bife sandwich (10,50€), o crepe com creme de coco e hortelã (5€), o crepe Nutella (5€) ou os croissants (desde 1,90€). Tudo isto a juntar a outras opções como os ovos benedict (6,50€), os ovos na tosta (3,80€), a french toast (7€), a bowl de açaí (5,90€), a salada de salmão (10€), os tacos vegetarianos (6,90€) ou as asas de frango crocantes (6€).

No campo das bebidas, pode encontrar os típicos latte machiatto (1,80€), matcha latte (3€), chocolate quente (2€) ou até sumo detox (3€). Pela experiência de Alexandre como barman, aqui também há várias opções de cocktails como espresso Martini (6€), margarita (8€), caipirinha (6€), mimosa (6€) ou sangria (desde 7€).

Com a pandemia surgiram ainda algumas novidades como os menus disponíveis de segunda a sexta-feira (desde 8€), pensados especialmente em todos os clientes que trabalham nas redondezas. O que também acabou por ficar em stand-by por causa das indefinições da pandemia foi a abertura do segundo espaço do Garden, cuja localização deverá ser em Braga, Guimarães ou Matosinhos.

“Optámos por não abrir já e esperar que isto passe, mas temos como objetivo para este ano manter a qualidade no Porto e abrir um segundo espaço”, avançaram os responsáveis à NiP.

Quem manda nisto tudo?

Nome: Alexandre Castro/Manuel Barros/Filipe Barbosa
Idade: 36/49/33
Prato favorito: Ovos muffin 985/Açaí com granola/Royal Garden eggs
Guilty pleasure: Waffle de Nutella/ Tudo o que seja saudável/Algo mais saudável
Convença-nos a visitar o espaço: “Aqui vão ter uma experiência diferente de sabores e texturas, boa vibe e muita qualidade.”

Carregue na galeria para descobrir mais sobre o Garden Porto.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua Fernandes Tomás, 985
    4000-220 Porto
  • HORÁRIO
  • Todos os dias das 10h às 19h30
PREÇO MÉDIO
Menos de 10€
TIPO DE COMIDA
Brunch

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA