compras

Estes são os segredos para proteger e tratar o cabelo neste inverno

A NiP falou com o cabeleireiro Carlos Augusto, do salão Cru, para descobrir algumas técnicas — e até uma promoção especial.
Tome nota.

O cabelo é uma grande parte da nossa imagem física e um dos primeiros cartões de visita quando conhecemos alguém ou nos encontramos com outras pessoas. É um dos pontos onde o olhar foge em primeiro lugar e isso pode ser bom ou mau, dependendo do estado em que está, por isso é importante mantê-lo bem cuidado.

Esta tarefa pode ser mais complicada do que parece, sobretudo em épocas como o verão ou o inverno. Se no verão alguns dos principais inimigos de um cabelo bonito e saudável são o sol, a água do mar e o cloro das piscinas, no inverno também é preciso ter atenção ao vento, à falta de hidratação, ao uso de fontes de calor ou até mesmo a uma certa tendência para a queda.

Para perceber melhor o que podemos fazer nesta altura para melhorar a saúde e o aspeto do cabelo e que cuidados são mais recomendados, a New in Porto esteve à conversa com o responsável do Cru, Carlos Augusto. O cabeleireiro tem mais de 30 anos de experiência e já foi técnico e formador de marcas como a Wella ou a Alfaparf Milano.

“A prevenção é sempre feita antes da agressão”, começa por explicar o especialista. Se pensou que antes das férias de verão não valia a pena estar a fazer algum tipo de trabalho no cabelo — seja corte, cor ou tratamento — porque já o faria no regresso, saiba que fez mal. Pior ainda se acabou por ir deixando passar o tempo sem fazer nada, seja por questões económicas ou pela vida agitada de hoje em dia. “Com o tempo que passou, o cabelo que já estava carenciado ficou ainda mais, já para não falar das pessoas que têm trabalhos técnicos onde o cabelo está exageradamente sensibilizado quimicamente”.

Segundo o cabeleireiro, ir adiando a ida ao salão para encontrar o momento ideal é um erro, porque vai acumulando necessidades. Se o seu cabelo ou couro cabeludo estão mais sensibilizados ou até quimicamente alterados, deve compensar os danos o mais rapidamente possível, aconselhando-se com o seu cabeleireiro de forma a perceber as necessidades do cabelo neste momento. Tudo isto para evitar que, por exemplo, o cabelo parta ou fique mais propenso a queda.

“Quando as pessoas, por alguma razão, decidem adiar a solução e chegam a dezembro sem terem feito nada, o melhor será dar uma compensação mais forte e imediata ao cabelo. Estamos a falar de um serviço de reposição de proteína, de lípidos, que é o que toda a gente chama de botox.”

No caso do Cru, o serviço de botox é vegan e orgânico, até porque essa é mesmo a filosofia do espaço. Aqui a aposta é feita nos produtos de qualidade e o mais naturais possível. É um tratamento que, por norma, tem um custo desde 90€, com brushing incluído, mas cujo preço final dependerá sempre de fatores como a densidade, o comprimento ou a saturação química do cabelo. A boa notícia é que, até ao final de dezembro, o serviço está com 50 por cento de desconto no Cru.

Queda, um problema cada vez mais frequente

Em relação aos problemas de queda de cabelo, que hoje em dia, devido a muitos fatores como o stress, o ritmo de vida agitado e até as alterações climáticas, são cada mais comuns, também há cuidados a ter. “Já não é aquela patologia que aparece em determinadas épocas do ano, com a situação atual do planeta já não temos as quatro estações, temos uma oscilação climática diária e isso mexe connosco.”

Para que o cabelo em si ou o fio de cabelo esteja bonito e saudável, é necessário que o couro cabeludo também o esteja. Não adianta tratar apenas um porque parte do problema continuará presente.

“Hoje em dia existe muita patologia de queda do cabelo não só traumática mas andrógena. A pessoa deixa andar e quando se preocupa é tarde demais. Nesses casos, temos um serviço de resposta à queda de cabelo andrógena e traumática bastante eficaz”, explica Carlos.

Dicas para o dia a dia

Além dos serviços feitos no salão e cuja base deve estar sempre em deixar-se aconselhar pelo seu especialista, há pequenos cuidados que pode ter também em casa, no seu dia a dia. Um deles está em evitar usar água demasiado quente quando lavar o cabelo, de forma a não o fragilizar e inflamar ainda mais.

Falando em calor, é preciso também evitar ou limitar o uso de ferramentas como o secador, as pranchas e os modeladores, sobretudo em temperaturas elevadas. Se os usar, previna os danos usando sempre um produto protetor térmico antes.

“O mais importante é ter consciência do problema e não ir em busca dos produtos, mais vale falar com especialistas”, sublinha Carlos Augusto.

Outra dica que é valiosa para todos mas sobretudo para quem se queixa de perda de cabelo, queda e falta de densidade, é ganhar o hábito de cortar o cabelo com frequência. O cabeleireiro recomenda que seja pelo menos a cada dois meses e meio. Não é necessário que seja um corte radical, mas apenas o necessário para manter o cabelo saudável, até porque o especialista explica que estar períodos de seis meses sem cortar, por pensar que assim o cabelo cresce mais, terá o efeito contrário.

Quanto ao espaço do Cru, abriu em fevereiro deste ano na Rua Antero de Quental e tem a sua base em tudo aquilo que é natural, não só nos produtos usados como nas cores e materiais usados na decoração. Ao contrário do que acontece noutros salões, aqui não há serviços de estética, maquilhagem ou manicure, o foco está mesmo no cabelo e em dar-lhe o melhor tratamento possível.

Os produtos usados são maioritariamente orgânicos, naturais, veganos e, sempre que possível, portugueses. Estão pensados para os tipos de cabelos mais comuns no País e em dar-lhes a resposta mais adequada às suas necessidades em cada momento. Aqui encontra ainda, além do tratamento de botox, serviços de corte (20€), de coloração (40€) ou de nuances, ballayage, ombré ou californianas (desde 70€).

Carregue na galeria para descobrir mais detalhes sobre o Cru.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Rua de Antero de Quental, 712
    4200-066 Porto
  • HORÁRIO
  • Segunda-feira a sábado das 10h às 20h

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA