compras

Quaresma lança marca de roupa de edição limitada alusiva à Seleção Nacional

A primeira linha do antigo futebolista só tem 150 T-shirts numeradas. Os modelos foram ilustrados pelo artista Tigre Bastardo.
É apaixonado por moda.

Afastado dos relvados desde 2022, Ricardo Quaresma marcou presença em vários momentos importantes da Seleção Nacional. O “Mustand Português” estava lá na noite de 10 julho de 2016, quando o País venceu o Campeonato da Europa, e ajudou em inúmeras qualificações para o Mundial.

Mesmo fora do campo, o nome do antigo futebolista continua na memória de todos os portugueses — e quer chegar ao guarda-roupa. A sua nova aventura passa pelo mundo da moda, um sonho antigo, com a criação de uma marca de roupa que é inspirada na equipa que representa Portugal.

A primeira coleção foi lançada esta quinta-feira, 13 de junho, num evento que decorreu na Rua da Boavista, no Porto. Trata-se de uma linha com 150 T-shirts numeradas e de edição limitada, desenhadas pelo artista português Tigre Bastardo, que o desportista ofereceu às primeiras pessoas a aparecerem.

Como seria de esperar, não faltaram interessados. Mais de 250 clientes estiveram no lançamento da marca, um momento “inclusivo e sem VIP”, superando assim o número de camisolas disponíveis. O atleta ainda não revelou se vai ter novos modelos.

“Fico muito feliz ao ver que os mais novos responderam à chamada, mas também de ver famílias inteiras. Foi uma multidão que me acarinhou e a quem eu agradeço”, disse Quaresma ao jornal “Correio da Manhã”, reforçando que este é o início do sonho de lançar uma marca de roupa.

Para o antigo futebolista, as T-shirts servem ainda como um “amuleto” para a Seleção Nacional, que disputa o Campeonato Europeu de Futebol de 2024 na Alemanha.

Os desenhos incluem símbolos marcantes da equipa. É o caso da versão com uma pena, numa referência ao penteado de Quaresma durante o Europeu de 2016, ou a traça que pousou na cara de Cristiano Ronaldo na final em que Portugal se sagrou campeão Europeu. Outra peça tem as luvas usadas pelo guarda-redes Ricardo no Euro 2004 e que retirou para defender o famoso penálti contra Inglaterra, no Estádio da Luz.

“Com [a ajuda das] pessoas que trabalham comigo já há algum tempo, e também por sempre gostar de moda e de coisas diferentes, alinhei nisso e espero ter sucesso e que as pessoas também possam gostar”, comentou sobre a ideia, numa entrevista à Rádio Renascença.

Recorde-se que Quaresma terminou a carreira a jogar no Vitória de Guimarães. Antes disso, passou por clubes como o Sporting CP e o FC Porto, em Portugal, e jogou internacionalmente pelo Barcelona, o Chelsea e o Besiktas, entre outras equipas. Arrumou as chuteiras com 38 anos.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA