cultura

Coliseu do Porto e Porto/Post/Doc juntam-se para um ciclo de cinema sobre migrações

“Os Limites da Europa” decorre de 13 a 17 de maio. Os bilhetes custam apenas 2€ e ainda há sessões gratuitas.
"Fogo no Mar" encerra o ciclo.

Nos últimos anos, tem aumentado o número de emigrantes um pouco por todo o mundo, seja por causa da pandemia, crises políticas, sociais e económicas ou das próprias guerras. Na Europa, Portugal tem sido um dos principais países a acolher refugiados e emigrantes.

Com o intuito de sensibilizar a população sobre a temática, o Coliseu Porto Ageas e o Porto/Post/Doc juntaram-se para receber um ciclo de cinema. “Os Limites da Europa” pretende fazer o público refletir sobre as migrações e integração nos países de chegada. Ao todo, vão estar cinco filmes em exibição, baseados em histórias reais e reconhecidos pela crítica internacional. 

O ciclo de cinema está inserido no projeto “Mantras Coliseu” que, mensalmente, aborda uma temática diferente. Maio tem como tema o binómio “Liberdade — Migrações”, integrando-se nas comemorações dos 50 anos do 25 de abril.

O primeiro filme será exibido na próxima segunda-feira, 13 de maio: “As Melusinas à Margem do Rio” da luso-luxemburguesa Melanie Pereira, candidata ao prémio europeu Foc Alliance deste ano. O filme será apresentado pela própria realizadora.

No dia seguinte, é a vez de “O Pub The Old Oak”, do realizador britânico Ken Loach, sobre a chegada de refugiados sírios a uma comunidade no norte da Inglaterra. O filme será apresentado por José António Pinto, assistente social em Campanhã.

Na quarta-feira, 15 de maio, a produção escolhida é “Flee — A Fuga”, de Jonas Poher Rasmussen. É um documentário sobre a história de Amin, o refugiado afegão, contada através da animação. Será apresentado por Dario Oliveira, diretor do Porto/Post/Doc.

No penúltimo dia do ciclo, 16 de maio, exibe-se “O Outro Lado da Esperança” do realizador finlandês Aki Kaurismäki. Uma comédia dramática que narra a história de Khaled, refugiado sírio que chega a Helsínquia à procura de asilo. O filme será apresentado por Maria João Castro, professora universitária e ex-deputada.

O ciclo encerra na sexta-feira, 17 de maio, com uma conversa em torno das migrações, pelas 18h30, com a deputada Marisa Matias e Ricardo Alexandre, editor de Internacional na TSF. Segue-se, pelas 21h30, o documentário “Fogo no Mar”, de Gianfranco Rosi, com um olhar sobre a crise humanitária dos refugiados no Mar Mediterrâneo. 

As sessões decorrem sempre às 21h30 e os ingressos custam 2€, estando disponíveis online e na bilheteira do Coliseu. O debate é de entrada livre e os bilhetes poderão ser levantados gratuitamente na sala de espetáculos portuense, a partir de quinta-feira, 16 de maio, às 13 horas. A estação de metro dos Aliados fica próxima do Coliseu do Porto. 

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA