cultura

Duarte Pita Negrão estreia o seu espetáculo de stand-up comedy no Porto

“Luzes” passará pelo palco do Passos Manuel na próxima segunda-feira, 20 de maio. Ainda há bilhetes à venda.
Ainda há bilhetes à venda por 16€.

Duarte Pita Negrão é fascinado pelo mundo da comédia desde miúdo. O comunicador e comediante apercebeu-se que podemos vir a ter uma capacidade estranha de tornar as situações tensas, de alguma forma, menos complexas.

“Era meio totó quando era mais novo e há sempre uma espécie de sensação de vitória momentânea quando fazemos alguém rir. Isto é importante quando não somos especialmente talentosos em nada. A capacidade de fazer as pessoas rirem permite-nos integrar grupos, estar com pessoas, que de outra forma não estaríamos”, conta o comediante à NiP. 

É com base nesta premissa que Duarte se estreia como comediante com o espetáculo “Luzes”, que mistura stand-up comedy, performance e um lado mais emocional. Duarte adora luzes e lâmpadas, pois tem algo de “quente e familiar”. Já no plano metafórico, segundo o comediante, “todos somos luzes, de uma forma ou outra, e todas as experiências que temos e passamos de alguma forma dão luz à nossa existência”.

Antes de passar pelo Porto, a 20 de maio, segunda-feira, o comediante vai estar em Lisboa. Por enquanto, estas são as únicas cidades do País com datas confirmadas. Sem dar grandes spoilers, Duarte conta à NiP que o espetáculo envolverá experiências, sobre crescimento, relações e, claro, luzes. Não só porque gosta de luzes, mas porque também acredita que “casar, ter amigos, família, beber copos ou até gostar de Taylor Swift… Ilumina a vida”. 

Quanto ao processo de criação deste primeiro espetáculo, o humorista confessa ter sido um pouco caótico e ter tido um grande “empurrão” por parte de outro amigo humorista que quase o obrigou a marcar o espetáculo. 

“Ir a palco não é uma decisão fácil. Parece paradoxal uma pessoa querer fazer outras rirem-se, mas ao mesmo tempo ter medo de se expor ao ridículo, mas não é. Tenho genuíno medo de não ter graça. O que eu acho giro, se calhar as pessoas não acham. Tive de resolver muitas coisas dentro de mim para ter coragem de ir a palco e tentar fazer as pessoas rirem. Além disso fui muito empurrado por colegas e amigos, muitos deles humoristas com provas dadas. Ser empurrado por pessoas que têm sucesso no meio fez bastante diferença”, admite o humorista, acrescentando: “Quero muito diverti-me e quero que as pessoas se divirtam. Quero que saiam a pensar que aquela hora melhorou o dia delas de alguma forma. Se tudo correr bem, espero que às vezes se lembrem do espetáculo e que tenha tido um impacto”.

O espetáculo acontece no Passos Manuel pelas 21h30. Os bilhetes já se encontram à venda online entre os 16€ e os 18€. A estação de metro dos Aliados fica próxima do recinto cultural.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA