cultura

Eles bem querem, mas não podem ter sexo. Voltou o “Too Hot to Handle”

14 solteiros, pouco celibatários, vão lutar contra as hormonas na segunda temporada da versão brasileira desta série da Netflix.
Prepare-se para mais uma temporada picante

Parece um perfeito disparate que um episódio de “Seinfeld” desse origem a um dos mais bem-sucedidos reality shows da Netflix. Jerry, George, Elaine e Kramer fazem uma aposta: quem se masturbar, perde. Na verdade, todos perderam, mas quem ganhou foi a plataforma, que criou um formato que que já vai na sua terceira temporada, na versão americana, e conta ainda com mais duas versões, a mexicana e a brasileira. Os novos episódios desta última chegam à plataforma já esta quarta-feira, 28 de setembro.

O objetivo é simples: agarrar em 14 solteiros no seu pico hormonal, criar o clima mais sensual que se possa imaginar e encerrá-los numa mansão à espera de que algo aconteça. A regra imperativa: não deverá haver qualquer contacto físico sexual.

Não se pode dizer que qualquer um dos participantes sonhasse com uma vida celibatária e, portanto, é aqui que reside o rastilho de “Too Hot to Handle”, “Brincando com Fogo” na versão brasileira. Os infratores, já sabem, serão castigados com multas de cada vez que infringirem as regras.

Contudo, esse montante de multa vai-se acumulando, até ser descontado do valor final, a verdadeira razão pela qual cada um dos concorrentes aceita participar no concurso. O resistente que for o último em pé ao fim de 40 dias, leva para casa os cobiçados 97 mil euros.

A aplicação das multas obriga, claro, a um controlo e vigilância total, já que a produção tem que tentar perceber quem tenta infringir as regras à socapa. Tentativas não faltam. Se forem apanhados, as multas podem chegar aos três mil euros por um beijo ou aos 20 mil euros por uma relação sexual.

O formato estreou na Netflix a 17 de abril de 2020 e, desde então, tornou-se num sucesso mundial. Em cada uma das três versões, a apresentadora é uma assistente virtual chamada Lana, que vai lançando desafios e tarefas para tentar promover a criação de laços entre os concorrentes, que em momento algum devem envolver física e sexualmente.

Além de um leque de novos concorrentes, a nova temporada promete o regresso de ex-concorrentes da edição anterior, casos de Tuany, Davi e Caio. Victoria Macan, Isadora Salles, Nayara Colombo, Sandri Oliveira e Khiara Italia compõem a equipa feminina. Ivan Almeida, Wálison Gomes, Italo Lopes, Kelvin Duran e Justen Nosoliny fazem parte do elenco masculino.

Resta saber quem serão os sucessores de Matheus e Brenda, o casal que venceu a edição anterior, mas que teve que pagar uma multa pesada — um total de 38 mil euros, depois de terem feito sexo em pleno programa.

Carregue na galeria para conhecer outras estreias que chegam à televisão em setembro.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA