cultura

O novo mural de arte urbana da cidade é uma homenagem à tradição portuense

No alto dos Guindais, MrDheo explora a sua visão sobre a cidade. “É algo tipicamente português, mas há mais Porto para além disso”.
Ainda tem uma bela vista sob o Douro.

Existem muitos hábitos ou costumes que definem a identidade cultural de um país ou cidade. No Porto, há uma imagem em específico que nos leva ao passado, transmitindo aquele sentido de família e um “cheiro bom” que não esquecemos. Quando o sol espreita, é comum vermos as casas dos bairros típicos da cidade (e não só) com roupa estendida numa corda, que vai de janela a janela e que está, estrategicamente, posicionada para garantir que a roupa recebe luz ao longo de todo o dia. 

É esta representação que poderá encontrar no novo mural de arte urbana, com vista para o Douro, em plena escadaria dos Guindais. Esta obra de arte transmite uma das tantas versões do hábito de ser portuense. O desafio foi lançado a MrDheo, artista urbano de 38 anos. 

“Comecei há 23 anos como graffiter tradicional, a pintar nas ruas de forma ilegal, numa altura em que também era impossível viver desta atividade. Tratava-se de um trabalho que não era levado a sério ao ponto de serem feitas obras em espaços públicos, decorações de restaurantes e outras zonas interiores ou fachadas”, explica o artista MrDheo, que se recusa a revelar o seu nome verdadeiro.

 
 
 
 
 
Ver esta publicación en Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Una publicación compartida de Graffiti / Street art / Urban art / Mural art (@mrdheo)

A partir do momento em que a evolução do graffiti passou das letras às ilustrações e imagens, artistas como MrDheo começaram a receber convites para exporem a sua arte. Recentemente, o artista urbano foi desafiado a pintar aquilo que representasse a cidade do Porto. “Pintei, pintei, pintei, mesmo nos dias chuvosos de inverno que tivemos, até dar com a Dona Rosa”, admite.

“O proprietário do edifício de habitação entrou em contacto com o programa cultural municipal, Ágora, promovido pela Câmara do Porto para revitalizar a fachada da estrutura com arte urbana. Ambos entraram em contacto comigo por diversos meios com esta proposta e não tinha como recusar. Estamos a falar de um edifício localizado num ponto histórico da cidade e que tem muito valor patrimonial”, explica à NiP.

O novo spot instagramável da cidade.

Neste mural aparece a figura de uma senhora, que é completamente ficcional. Todavia, MrDheo acabou por batizá-la com o nome da avó, a Dona Rosa. “Chamar-lhe Porto poderia ser presunçoso, há mais cidade para além daquilo, esta é apenas a minha visão”, confessa.

O mural tem dimensões generosas. A parede está “rasgada” com vários retalhos, como se de uma banda desenhada se tratasse. Há um destaque para a palavra “Porto”, onde as pessoas podem tirar uma foto e, segundo o artista, levá-la como souvenir. Noutra parte do trabalho, convocou as flores típicas, como “um jardim que vive todo o ano, com rosas e camélias”.

Ainda assim, o destaque da obra vai para um rosto, de dimensões gigantescas, a Dona Rosa. “É uma figura tipicamente portuense. A mulher guerreira, mais velha, que toma conta dos filhos, dos netos e não desiste de nada. É apenas uma mulher cheia de rugas, que carrega o rosto de uma vida de trabalho e ajudou a criar o Porto que hoje conhecemos”.

De seguida, carregue na galeria para conhecer mais pormenores do novo mural da cidade, assim como outros trabalhos do artista.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA