cultura

Marionetas vão voltar a animar as ruas e os teatros do Porto

A edição deste ano do Festival Internacional de Marionetas do Porto está marcada para 7 a 16 de outubro.
Fotografia de Vum Teatro para FIMP.

Tome nota porque vem aí a 33.ª edição do Festival Internacional de Marionetas do Porto (FIMP). É de 7 a 16 de outubro que o Porto volta a receber as performances que desta vez se estenderão também a outras cidades vizinhas.

“Ciências e Políticas da Matéria Animada” é o tema que tem vindo a ser desenvolvido ao longo das duas últimas edições e que terminará nesta com a sua terceira parte, sobre o mistério da vida. “É também a partir desta ideia de objeto inanimado passível de ser animado e de se tornar vivo, pelo menos percecionado como tal, que o programa desta edição pode ser vivido”, explica em comunicado o diretor artístico do FIMP, Igor Gandra.

Entre os espetáculos apresentados destacam-se alguns como “Still Life — Nove tentativas para preservar a vida”, de Tin Grabnar e Ljubljana Puppet Theater, que fará a abertura do programa, “Cómo Convertirse en Piedra”, de Manuela Infante, “Corpus”, de Xavier Bobés,”T”, de Jordí Galí e Arrangement Provisoire ou “Maiakovski — O Regresso do Futuro”, de Teatro de Ferro e Teatro de Marionetas. O documentário “Na Palheta com Dom Roberto” é ainda outro dos destaques, até porque foi produzido e realizado pelo CDoc — Centro de Documentação FIMP.

O FIMP chegará este ano aos palcos do Teatro Municipal do Porto — Rivoli e Campo Alegre, do Teatro Nacional São João — Teatro Carlos Alberto, do Coliseu Porto Ageas, do Teatro de Ferro e do Teatro de Belomonte — que é sede da companhia Teatro de Marionetas do Porto. Além destes, haverá ainda alguns espetáculos nas ruas da cidade, como habitual, bem como uma passagem pelo Teatro Constantino Nery, em Matosinhos.

Para os miúdos — e não só — haverá ainda a realização habitual dos workshops de construção e manipulação de marionetas. Os Fimpalitos, feitos com materiais reciclados, também são outra das atividades mais criativas que os espetadores e participantes poderão depois levar consigo.

Todas as informações sobre esta edição do FIMP bem como a programação completa estão disponíveis no site do festival.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA