cultura

MIMO Festival leva arte ao centro histórico do Porto

A edição especial do evento está marcada para os dias 23 a 25 de setembro e as entradas são gratuitas.
Fotografia de Filipa Brito para Porto.

Marque já na agenda porque o próximo fim de semana vai estar recheado de cultura grátis no Porto. Chega à cidade o MIMO Festival, que se instala de 23 a 25 de setembro e vai espalhar-se por vários locais do centro histórico.

Ao todo, o evento contará com mais de 20 concertos, 11 DJ sets, oito workshops, oficinas e residências no Programa Educativo. Além destas, haverá ainda atividades de arte, performance e tecnologia dedicadas à Amazónia, sem esquecer a conhecida Chuva de Poesia, que desta vez terá lugar na Livraria Lello.

Entre os locais do centro histórico que vão receber o MIMO Festival estão o Largo Amor de Perdição, o Jardim da Cordoaria, a Reitoria da Universidade do Porto, o Museu de História Natural e da Ciência da Universidade do Porto, o Jardim das Virtudes, o Palácio de Cristal, as Igrejas do Carmo, das Carmelitas Descalços, de São José das Taipas, de Nossa Senhora da Vitória e de São Bento da Vitória.

“Tendo como premissa dar a conhecer o que de melhor se faz na música na atualidade, em Portugal e no mundo, entre nomes consagrados e novos talentos, o MIMO proporciona uma experiência única e o contacto com representantes de diferentes géneros musicais e culturas”, diz a organização em comunicado.

Na lista dos artistas com presença marcada no festival estão nomes como Emicida, Chico César, Mário Lúcio & Os Kriols, DJ Branko, Pedro Burmester & Quarteto de Cordas de Matosinhos, Maria João & Mario Laginha ou Plínio Fernandes.

Criado há 18 anos no Brasil, o MIMO já passou por locais como França, Congo, Ucrânia, Reino Unido, Cabo Verde, Índia ou Costa do Marfim. Depois de dois anos de interregno devido à pandemia, o festival regressa ao Porto com o objetivo de juntar num mesmo local artes e artistas de diferentes partes do mundo, dando-lhes espaço para se mostrarem. As informações sobre o MIMO e o cartaz completo estão disponíveis no site do evento.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA