cultura

Os Senhores apresentam-se pela primeira vez no Porto em fevereiro

A banda sobe ao palco do Novo Ático no Coliseu do Porto no próximo domingo, dia 25. Os bilhetes ainda estão à venda.
David Pinheiro, frontman D'Os Senhores por Paulo Miranda no Super Bock em Stock.

Desde miúdo, que David Pinheiro tem um especial interesse pelos temas dos anos 80 e 90. Estreou-se como músico há mais de dez anos, no entanto, o casamento e os filhos afastaram-no da área e transformaram-no num empresário que “caminhava” entre projetos de marketing, seguros e restaurantes. No entanto, tudo mudou no final do ano passado. No dia 24 de novembro, o artista subiu ao palco do Festival Super Bock em Stock, acompanhado por Ricardo Vasconcelos, ex-membro da banda Amor Electro, Tiago Pais Dias, produtor desse mesmo grupo e o músico Bruno Jardim Fernandes. 

“Apresentámo-nos, pela primeira vez, ao público no festival e foi uma espécie de pré-estreia. Serviu para vermos se o público aceitava a nossa música e também para terem um cheiro da nossa identidade”, contou David Pinheiro, frontman d’Os Senhores, a propósito da grande estreia que acontecerá em Lisboa e no Porto, ainda este mês.

No final de 2023, o grupo apresentou o seu primeiro disco, “Sr. Saraiva”. Antes de o darem a conhecer pela primeira vez ao vivo, no Porto, os músicos vão atuar no Rock Station, em Lisboa, no dia 23 de fevereiro. Já no norte do País, sobem ao palco do Novo Ático no Coliseu do Porto no domingo, 25 de fevereiro, pelas 18 horas.

“O horário do concerto no Porto foi muito bem pensado para convidar todo o público a virem conhecer-nos se saírem mesmo a tempo do jantar”, explica o músico de 44 anos, acrescentando:“Estamos com grandes expectativas, sobretudo do público portuense, pois em todo o País, é das cidades que mais e melhor se promove a cultura e o talento emergente”.

Neste concerto de apresentação, o público poderá ouvir o disco na sua totalidade. “Sr. Saraiva” inclui 11 temas em português, da autoria do vocalista David Pinheiro, gravados nos estúdios da Valentim de Carvalho, com a produção de Tiago Pais Dias. À New in Porto, David revelou que as músicas serão acompanhadas por um espetáculo cénico, pois a identidade da banda tem sido construída, através de ilustrações e animações de Tiago Albuquerque.

O nome da banda, “Os Senhores”, surgiu com o objetivo de “permitir desenvolver um conceito para que, em todos os discos que viermos a fazer, possamos explorar uma nova personagem sendo a primeira o ‘Sr. Saraiva’, que será o elo condutor de toda uma narrativa comunicacional”, contou David à NiP em novembro, na apresentação oficial da banda.

O projeto tem como principal objetivo voltar aos elementos que caracterizam grande parte da música dos anos 90, sendo para os músicos, a honestidade, a sinceridade, a emoção. Segundo eles, as canções “são um regresso à importância das palavras”.

A primeira amostra do álbum foi lançada com o single “Sonha” que, em pouco tempo, alcançou mais de 300 mil visualizações. Na passada sexta-feira, 9 de fevereiro, a banda lançou o segundo single, “Indiferente”, que consideram refletir a verdadeira identidade do grupo.

É ainda um tema que aborda a questão da saúde mental e os conflitos pessoais internos. Segundo o vocalista e autor da letra, “Indiferente fala sobre sermos, por vezes, duas pessoas completamente diferentes. Uma confiante, outra nem tanto. Uma cheia de sonhos e outra não. Uma lutadora e outra mais frágil. É na verdade um choque de personalidades”.

Os bilhetes para o concerto já se encontram à venda online por 10€. A estação de metro de São Bento e do Bolhão ficam próximas do Coliseu do Porto.

De seguida, carregue na galeria para conhecer outros concertos imperdíveis no Porto em 2024.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA