cultura

Porto recebe concerto de homenagem aos maiores artistas cubanos

Os ritmos tropicais do Havana Social Club chegam ao Hard Club no dia 7 de junho. Os bilhetes já estão à venda.
Prepare-se para uma noite animada. (Foto: José Figueira)

“Guantanamera” é um clássico dos ritmos cubanos que corre o mundo desde os anos 60. Mas sabe o que significa esta canção? A verdade é que a letra é um grito de revolta contra a ocupação da Baía de Guantánamo pelos Estados Unidos. Com o passar das décadas, esta canção tornou-se quase num hino de liberdade naquele país — mas, no resto do mundo, é conhecida como uma animada música que era especialmente popular nas festas dos anos 80 e 90.

Esta é apenas uma de muitas melodias tropicais que poderá ouvir no espetáculo do grupo Havana Social Club. Já esgotado para a sessão no dia 6 de junho em Lisboa, ainda é possível ver este concerto de homenagem à música tradicional cubana no Porto. Acontece no Hard Club no dia 7, às 21h30.

Artistas cubanos dos anos 30, 40 e 50, do qual fazem parte Compay Segundo, Omara Portuondo, Nico Saquito, Los Compadres, Buena Vista Social Club, são reavivados neste espetáculo onde é difícil ficar parado na cadeira.

“Através de releituras de clássicos do cancioneiro cubano, o grupo convida o espectador a saborear a essência da cultura cubana e o colorido do Latin Jazz”, descreve a organização.

O concerto acontece quase um mês depois do dia que se celebra o Son, o nome deste género musical que Cuba considerou Património Nacional Cultural em setembro de 2012. Este estilo, oriundo da parte oriental da ilha e uma fusão de tradições espanholas e africanas em 1880, mantém-se pleno de vitalidade e com um ritmo subjacente claramente marcado, que lhe confere um charme tropical inconfundível.

Como muitos outros estilos, esta música de dança popular é a raiz de muitas formas contemporâneas. Começou por ser dançada em bairros e academias de danças pelas classes mais baixas, mas tornou-se no seu meio de expressão após a Primeira Guerra Mundial. Os ritmos ousados que o caracterizam levaram-no até a ser considerado submersivo na ditadura de Gerardo Machado, nos anos 30, em Cuba. 

“O septeto Havana Social Club convida o público a ouvir a história e a tradição cubana ilustrada por um som que comove e alegra em simultâneo. Um espetáculo imperdível”, concluem os organizadores.

Este espetáculo regressa assim depois de esgotar o Salão Preto e Prata do Casino Estoril no passado 10 novembro de 2023.

Os bilhetes podem ser adquiridos online e custam 25€.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Proeza Arrebatadora – Criação, Produção de Conteúdos e Eventos (@proezaarrebatadora)

Este artigo foi escrito em parceria com a produtora Proeza Arrebatadora.

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Praça do Infante D. Henrique


    4050-252 Porto

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA