cultura

Porto recebe exposição impressionante de fotografia sobre o colapso climático

"Um Clima em Mudança" chega à Galeria Leica com imagens provenientes da Alemanha ao Brasil. Tem entrada livre.
O preço que a natureza nos tem feito pagar.

Desde que abriu em 2016, a Galeria Leica tornou-se um ponto de referência da fotografia no Porto. Dando sequência a essa responsabilidade, vai ter patente de 22 de julho a 9 de setembro uma exposição coletiva que alia a beleza fotográfica à mensagem social e política.

Em “Um Clima em Mudança”, cinco dos 12 finalistas do prestigiado prémio Leica Oskar Barnack Award de 2022 apresentam as suas obras em Portugal. O objetivo é apresentarem “uma janela para o impacto das mudanças climáticas e da acção humana no Peru, Brasil, Alemanha, Indonésia e República Democrática do Congo, numa chamada de atenção urgente, sugerindo novos caminhos de reconexão com a natureza que nos rodeia”.

Se Irene Barlian demonstra como as comunidades na Indonésia estão a sofrer com a subida do nível do mar, o coletivo de fotógrafos Docks dedicou-se a retratar o poder destrutivo das cheias na Alemanha em 2021. Por seu lado, Léonard Pongo tem um projecto mais poético que tem como protagonista a paisagem da República Democrática do Congo. Já Rafael Vilela documenta a vida do povo Guarani Mbyá, que vive nas orla da cidade de São Paulo, no Brasil, e Alessandro Cinque mostra as consequências sociais e naturais da indústria mineira no Peru.

Os cinco concorrentes participaram no Leica Oskar Barnack Award (LOBA), galardão com mais de 40 anos destinado a “premiar os melhores trabalhos que documentam a relação do Homem com o meio Natural”. A escolha das suas obras ficou a cargo da curadoria de Gonçalo Fonseca, fotógrafo, jornalista e vencedor do LOBA newcomer 2020.

A exposição é inaugurada este sábado, 22 de julho, pelas 15 horas.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA