cultura

Porto recebe um espetáculo de tributo a Tina Turner. Os bilhetes só custam 15€

“Simply The Best” sobe ao palco do Coliseu do Porto no final do mês e há muitas surpresas preparadas.
Será um espetáculo imperdível.

Ao longo da vida, Tina Turner foi conquistando inúmeros fãs em todo o mundo, graças à sua voz poderosa e presença e energia ingualáveis em palco. No entanto, antes de alcançar a fama, a cantora passou por várias dificuldades financeiras. 

Nasceu a 26 de novembro de 1939, no Tennessee, nos Estados Unidos da América e teve uma infância marcada por uma vida familiar instável. Trabalhava com a mãe e os irmãos nas colheitas dos campos de algodão. Foi na Igreja que descobriu a sua paixão pela música, fazendo parte do coral da mesma. 

Em 1958, enquanto trabalhava como cantora de apoio na banda de Ike Turner, teve oportunidade de subir ao palco e impressionar o público com o seu talento. Nunca teve aulas de canto, tendo sido autodidata para desenvolver as suas habilidades de performance, que se basearam sempre na sua expressão natural e no seu estilo pessoal.

Obteve um grande sucesso ao lado de Ike Turner, seu parceiro musical e, posteriomente, marido. No entanto, a relação ficou marcada por abusos e violência doméstica, tendo-se separado em 1976. Não foi até à década de 80 que a artista alcançou um renascimento considerado impressionante, na sua carreira. Em 1984, lançou o álbum “Private Dancer”, que foi impulsionado por singles como “What’s Love Got to Do with It” e “Private Dancer”. O disco vendeu mais de 20 milhões de cópias em todo o mundo e rendeu à cantora quatro prémios Grammy.

Nos anos seguintes continuou a acumular um grande número de prémios ao longo da sua carreira, entre eles “Canção do Ano”, “Melhor Performance Vocal Pop Feminina”, “Álbum do Ano”, “Melhor Performance Vocal de Rocj Feminino”, entre outros, e foi ainda homenageada em 2018, nos Prémios Grammy com o “Prémio Contribuição em Vida”. Em 2009, a artista decidiu aposentar-se da música, tendo aparecido apenas em eventos exclusivos e ocasiões especiais.

Em 2013, aceitou a nacionalidade suíça, renunciando à americana e foi lá que permaneceu até à data da sua morte, a 24 de maio de 2023. Aos 83 anos, deixou um legado musical e uma inspiração duradoura para muitos.

Para homenagear a artista, a cantora Kika Cardoso e a sua banda preparou o espetáculo “Simply The Best”, que está marcado para o próximo dia 24 de maio, sexta-feira, no Coliseu do Porto. “Estávamos em tour, a caminho de casa, há um ano, quando entre todos surgiu a ideia: para o ano faz um ano sem Tina, porque não fazer um espetáculo”, admite a cantora, que foi a grande vencedora do “Factor X”, em 2014. Desde então tem vindo a construir uma carreira, tocando com a sua banda de norte a sul do País. 

Num programa da SIC, interpretou Tina Turner, pois a artista foi sempre a grande fonte de inspiração e referência musical de Kika. Até há quem diga que, no palco, pode ser muito difícil distinguir as duas. “Já existem muitos tributos a Tina Turner no mundo, mas quisemos fazer um português, que possa representar também o nosso País lá fora. Essa é a nossa ambição”, acrescentam.

Nesta noite especial que marca um ano da morte da artista, vão ser tocados em palco grandes êxitos da mesma, tal como Tina Turner fazia em palco. Desde as roupas aos maneirismos, passando pelo ambiente energético e emocionante, a ideia é transportar o público para um verdadeiro espetáculo da cantora. “Será o mais fiel que conseguimos fazer”, adianta o baterista da banda, David Sequeira, também um dos organizadores do espetáculo. 

A formação será composta por Kika Cardoso (voz), David Sequeira (bateria), Vítor Machado (baixo), Pedro Ricardo (guitarra), Rodrigo Lino (saxofone) e David Rato (teclado). Haverá ainda uma participação especial da apresentadora da RTP, Sónia Araújo e, do músico e produtor Pedro Vaz, que fará ainda a parte de Bryan Adams em “It’s Only Love”.

Além disso, haverá uma performance de dança da academia AM Dance Studio, que foi botão dourado no “Got Talent Portugal” e que vai acompanhar as músicas de Tina Turner com as suas coreografias. O espetáculo pretende ainda assinalar os 40 anos do icónico álbum, “What’s Love Got to Do”, editado em 1984.

Os bilhetes já se encontram à venda online. Os preços variam entre os 15€ e os 35€. A estação de metro dos Aliados fica próxima do Coliseu do Porto. 

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA