cultura

Rentrée da Galeria Municipal do Porto traz um “Dueto”

É este o título da próxima exposição da Galeria, que inaugura no sábado, 16 de setembro.

A nossa é vida é feita de objetivos, mas sobretudo de sonhos, que por vezes é possível tornar realidade. Foi o caso de Maria Paz. A ideia da exposição que marca o regresso da programação da Galeria Municipal do Porto surgiu quando a curadora Filipa Ramos visitou o atelier da artista Maria Paz em Lisboa.

A qualidade do trabalho da jovem artista impressionou Filipa que lhe perguntou com quem sonharia fazer uma exposição conjunta. Na resposta não houve qualquer dúvida: Joan Jonas.

Assim, a mostra “Duplo” estará patente a partir do próximo sábado, 16 de setembro. A inauguração acontece por volta das 18 horas, tem curadoria de Filipa Ramos e estará patente até ao dia 19 de novembro.

Trata-se de um projeto expositivo de duas artistas de contextos e gerações distintas, que revelam as suas investigações comuns através de formas, cores e materiais. Joan Jonas dispensa apresentações, mas para quem não sabe de quem estamos a falar, é uma consagrada artista nova-iorquina, de 87 anos. A sua obra continua a ser referência na produção artística das últimas cinco décadas e abrange vídeo, instalação, texto, escultura e performance.

A ela junta-se a portuense Maria Paz de 25 anos. A jovem artista explora a cerâmica como prática recorrente e cruza o material com outros meios, desde a pintura até ao desenho, procurando explorar as possibilidades de representação e emancipação do corpo.

Como avança o portal de notícias da empresa municipal “Ágora”, este projeto conta ainda com um programa aberto ao público. Um deles é o workshop intitulado “Ba-Du-Ba” que acontece no próximo dia 4 de novembro, às 16 horas. A iniciativa é dirigida a miúdos entre os quatro e os dez anos. Já nos dias 7 de outubro e 4 de novembro, primeiros sábados de cada mês, acontecem as habituais visitas guiadas à exposição pela equipa da Galeria Municipal, sempre às 16 horas.

Toda a informação da exposição e do programa pode ser consultada no site da Galeria. Se ficou com curiosidade e quiser visitar a exposição, as estações de metro mais próximas ao recinto são as de Carolina Micaelis ou nos Aliados.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA