cultura

Rivoli recebe espetáculos de dança inclusivos

“Blasons” e “Doesdicon” vão abrir outubro no Teatro Municipal do Porto com sessões especiais.
Fotografia de Júlio Silva Castro.

Prepare a agenda porque o próximo fim de semana está cheio de dança no Teatro Municipal do Porto (TMP). A 1 e 2 de outubro chegam a estreia nacional de “Blasons”, de François Chaignaud, e a reposição de “Doesdicon”, de Tânia Carvalho, para a companhia Dançando com a Diferença.

Desafiado pelo diretor artístico da Dançando com a Diferença, Henrique Amoedo, o coreógrafo francês François Chaignaud criou “Blasons” (brasões), que são conhecidos como símbolos heráldicos. Na sua obra, um grupo de poetas comprometeu-se a criar brasões para partes do corpo feminino como forma de elogio e por isso dedicaram brasões à garganta, aos lábios, à sobrancelha, ao pé ou ao mamilo, passando a observar mais o corpo do outro.

No caso de “Doesdicon”, de Tânia Carvalho, é uma obra que faz parte do repertório habitual da companhia e que estreou em 2017. Aqui juntam-se a precisão e a liberdade, tal como o trabalho vocal da coreógrafa.

Criada em 2001, a Dançando com a Diferença faz “um trabalho artístico, pedagógico e de sensibilização para a inclusão social tendo-se tornado uma referência, nacional e internacional, dentro das artes contemporâneas, quando falamos de Arte Inclusiva”, como explica em comunicado. Esta é também a primeira vez que a companhia madeirense se apresenta no TMP.

“A Dançando com a Diferença conjuga saúde (apoio terapêutico), educação e arte, numa tríade que visa a valorização individual. Todos estes eixos de ação contribuem para uma permanente atualização do discurso relativo à pessoa com deficiência, assegurando que há espaço para corpos diversos e perspetivas diferentes no domínio da dança contemporânea”, explica ainda.

Os espetáculos serão apresentados em conjunto, estando marcados para 1 de outubro às 19h30 e 2 de outubro às 17 horas, ambos no Grande Auditório do Rivoli. Salienta-se ainda o facto de os espetáculos do primeiro dia terem audiodescrição. Os bilhetes custam 9€ e pode comprá-los tanto online como nas bilheteiras do TMP.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA