cultura

Tudo o que precisa de saber sobre esta edição do North Festival

Parceira com a Re-Food, Fnac Comedy Sessions e um palco secundário são as grandes novidades deste ano.
Assim foi a última edição.

A menos de um mês do arranque de mais uma edição do North Festival, já são conhecidos todos os nomes que irão marcar presença no palco principal ao longo de três dias, de 24 a 26 de maio. Na sessão de apresentação do festival, que aconteceu na passada sexta-feira, 3 de maio, a organização confirmou mais novidades para o evento musical.

A primeira grande mudança é a nova localização do festival, no Parque de Serralves. O evento contará com grandes nomes da música internacional no palco principal como Alejandro Sanz, Myke Towers, Keane, Tom Odell, Nelly Furtado ou Claudia Leitte. No entanto, haverá um palco secundário que será dominado pelo talento nacional.

“No palco Sunset, as pessoas poderão ouvir sons diferentes antes do início dos concertos do palco principal, servindo ainda para animar os festivaleiros durante os intervalos das grandes apresentações”, explicou à NiP, Jorge Veloso, responsável pela organização do festival. Apesar das datas e do horário das atuações do palco secundário ainda não serem conhecidas e o cartaz não estar completamente fechado, a organização garantiu que irá anunciar os restantes nomes em breve.

As portas do recinto abrem pelas 16 horas e, desde esse momento, poderá encontrar animação no palco Sunset, onde já estão confirmadas as atuações da dupla de irmãos Paulo e Simão Praça, os Bitch Boys, o maior fenómeno da noite portuense. No palco passarão também Rich & Mendes, DJs oficiais da RFM; James Flower, produtor e DJ lisboeta e, Brolorizo, dupla mexicana composta pela produtora e vocalista Estefani Brolo e pela guitarrista e vocalista Ana Rizo.

“Todos os anos é um desafio enorme — mas ao mesmo tempo emocionante — fazer um festival de música de tamanha dimensão. Gostamos de arriscar, de ser ousados e ecléticos, e penso que o cartaz desta edição reflete isso. A mudança para o Parque de Serralves foi uma decisão crucial para expandirmos o North Festival e o novo palco Sunset nasce por isso mesmo: pela necessidade de proporcionarmos mais momentos de alegria e diversão, ao mesmo tempo que se ouve boa música”, admitiu Jorge Veloso, acrescentando não saber se a parceria com o Parque de Serralves se manterá para as próximas edições, mas que para este ano “já foi uma aposta ganha”.

Além do novo palco, a organização do festival juntou-se à Fnac para levar momentos de comédia para o recinto do evento. As Fnac Comedy Sessions têm Beatriz Gosta como “madrinha”, que trará vários convidados que prometem animar o público ao longo dos três dias. 

O mapa do recinto.

À NiP a organização revelou ainda os horários das apresentações do palco principal, garantindo ser importante para os festivaleiros marcarem na agenda o horário do seu artista favorito para não perderem um único momento. No primeiro dia, 24 de maio, é Nininho Vaz Maia que dá início ao festival, subindo ao palco pelas 18h40. Quase uma hora mais tarde, pelas 19h50, é a vez de Iñigo Quintero. Pelas 21 horas, o palco é de Maria Becerra. O primeiro dia termina com as apresentações de Myke Towers e Alejandro Sanz pelas 22h30 e 23h40, respetivamente.

No segundo dia, 25 de maio, é a vez dos Plaza abrirem o festival pelas 17h25, seguidos pelos The Reytons, às 18h35. Pelas 19h55, é a vez da Birdy subir ao palco, seguida de Tom Odell, às 21h25. Os Keane encerram o dia, com uma atuação às 23h15.

O último dia começa com Wiu pelas 17h20, seguido do grupo Menos é mais, às 18h45. Pelas 20h20, é a vez dw Bell Marques, que depois deixa o palco aberto para Claudia Leitte, às 22 horas. Nelly Furtado será a responsável por encerrar o evento, pelas 23h30.

Com o objetivo de combater o desperdício alimentar, o North Festival associou-se à Re-Food, que ficará responsável por recolher os excedentes alimentares das food trucks presentes no evento e do catering da organização ao longo dos três dias e nos dias que antecedem o evento. “Tanto no pré-evento, por exemplo, para as equipas de produção, como durante o festival, há comida que poderá não ser vendida, sendo necessário garantir que toda a comida que está a ser produzida não é desperdiçada”, explicou à NiP, Sofia Reis, responsável e voluntária da associação.

A recolha de alimentos servirá para, posteriomente, a associação distribuir refeições para as famílias mais carenciadas, contribuindo para a luta contra o desperdício e a fome. “No final do dia, se tiverem algum excedente alimentar, mesmo que seja mínimo, o ideal é que não deitem ao lixo, porque aquelas quatro ou cinco sandes já vão para um cabaz de uma família de duas ou até três pessoas”, reforçou.

A entrada no festival deverá ser feita não pela porta principal do Parque Serralves, mas antes pela Rua Bartolomeu Velho, a partir das 16 horas. O recinto conta com o palco principal e o secundário (palco Sunset), uma zona de restauração, área de animação pela Fnac, zona VIP, zona de segurança e emergências e casas de banho.

O cartaz e restantes informações sobre o festival podem ser consultadas no site. Ainda há bilhetes à venda online, sendo que o passe diário tem um custo de 55€ e o passe geral para os três dias é 120€. Já o bilhete diário para a zona VIP é de 150€.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA