fit

Aqui está ele: o molho à bolonhesa low carb que pode comer sem culpa

A receita substitui a massa por couve, mantendo o resto da receita semelhante à original.
O melhor de Itália, em versão low carb.

O famoso molho à bolonhesa, original de Bolonha, como o nome indica, é feito com carne bovina moída, cenoura, cebola, aipo e uma pequena quantidade de tomate ou concentrado. Costumamos utilizá-lo na famosa “esparguete à bolonhesa”, mas possivelmente nem damos conta do crime que cometemos perante a cozinha italiana. 

O prato deveria ser feito com tagliatelle, embora nos seus primórdios, no Império Romano, tenha sido concebida para se comer sem acompanhamento, e mais tarde, com pão. O assunto da receita é tão sério que esta até se encontra documentada na Câmara de Comércio de Bolonha.

A primeira versão foi registada em 1982, a fim de salvaguardar a tradição. Nesta, o molho deveria ainda ser confecionado com cartella, o diafragma bovino. Por ser uma parte do animal tão rara, a Accademia Italiana della Cucina desenvolveu uma detalhada pesquisa que permitiu flexibilizar as regras rigorosas dos cozinheiros tradicionais da Bolonha.

Bem, mas pouco disto interessa se a ideia é procurar uma alternativa fit. Será quase impossível quando o prato implica uma generosa quantidade de hidratos e bastante gordura. A não ser que exista uma opção low carb.

Melhor ainda, se esta for extremamente saborosa e também económica. Sandra Nereu, criadora do famoso blogue Panelinha de Sabores, partilha connosco a receita ideal que cumpre todos estes requisitos, ideal para quem está de dieta — o molho à bolonhesa com couve.

Do que precisa 

— 1 colher de sopa de azeite
— 400 a 500 gramas de carne de vaca magra (pedi no talho para picar bife sem gordura)
— 1 cebola
— 2 dentes de alho
— 1 cenoura
— 2 tomates maduros
— 4 colheres de sopa de polpa de tomate
— 1 colher de chá de pimentão-doce
— 1 colher de chá de erva Provence ou orégãos
— salsa fresca a gosto
— sal
— 1 couve coração de boi ou couve branca pequena

Como se faz

Pique a cebola e alho. Parta em pequenos cubos a cenoura e o tomate. Leve ao lume uma frigideira larga com o azeite. Adicione metade da carne e mexa. Quando não houver sinais de carne fresca, junte a restante e continue a mexer até não ter sinais de carne fresca.

Adicione a cebola, alho, cenoura, tomate, polpa de tomate, pimentão-doce, erva de Provence, sal, salsa fresca. Misture. Regue com 200 mililitros de água, tape e cozinhar em lume médio por 15 minutos.

Parta a couve ao meio. Retire o talo mais grosso junto ao pé e parta cada metade em tiras finas, fazendo uma espécie de fettuccine de couve. Adicione na frigideira, metade de cada vez, e envolva até que murche. Volte a tapar e deixe cozinhar por mais 8 a 10 minutos ou até que a couve esteja tenra.

Sirva com salsa fresca.

Carregue na galeria para conhecer mais oito receitas saudáveis. 

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA