fit

Estes são os melhores parques para treinar no Porto

Gosta de treinar ao ar livre? Mas odeia correr na rua? A NiP mostra-lhe os parques ideias para treinar tranquilamente.
Parques no Porto estão preparados para qualquer ocasião.

Sempre que começam os primeiros raios de sol, os portuenses espalham-se pelos parques da cidade, pois é onde há sempre muito convívio, música e momentos de relaxamento. Contudo, os parques no Porto são polivalentes e têm espaço não só para o relaxamento, como também para o treino. 

Depois do isolamento, a ânsia por sair de casa crescia a cada momento, quase que parecia ser um luxo. Por isso, cada vez mais nos afastamos dos ginásios e optamos pelos equipamentos desportivos. 

Ao apoiar estas iniciativas, a Câmara Municipal do Porto espera contribuir para a promoção de estilos de vidas saudáveis, motivar o exercício físico e oferecer acesso livre e amplo a todos os residentes e visitantes da cidade.

Além dos equipamentos desportivos, todos os parques no Porto estão constantemente em manutenção e nem todos estão abertos 24 horas. O que facilita uma boa qualidade dos parques, sem qualquer tipo de degradação. 

Exemplos perfeitos destes parques são a Quinta do Covelo, Jardim de Arca d’Água, Parque Urbano da Pasteleira e o Parque de São Roque. 

Na Quinta do Covelo (ou Parque), onde como primeiro impacto, parece um parque infantil, no entanto, este é o tipo de espaços no Porto que mais parecem uma caixa de Pandora. É verdade, está equipada com escorregas, baloiços, até um rapel. Contudo, este é o tipo de parque para todas as idades e para todos os momentos, sejam de exercício, convívio, passeio. Na Quinta do Covelo, o espaço é flexível ao máximo e por isso, tanto pode exercitar no fundo do parque, como pode correr pelo jardim, como lanchar no café. 

O Parque do Covelo tem a estação de metro mais próxima no Marquês e abre todos os dias às 7 e encerra às 20 horas. 

No Jardim de Arca d’Água, à primera vista parece pequeno, contudo no momento em que se entra no jardim, parece que pisamos um reino encantado. Com um lago no centro, o jardim tem tamanho suficiente para receber uma romaria e por isso, é ideal para um treino de final da tarde, onde a sombra das árvores, produz um ambiente fresco. Por sorte, este parque está aberto todos os dias, 24 horas. 

De seguida caminhamos para os maiores, o Parque Urbano da Pasteleira, renovado de forma imponente e moderna, abre portas das 8 às 23 horas (horário de verão) e até equipado com um workout bar, que tem um horário distinto. De segunda a sexta-feira, cumpre o horário de abertura do parque, no entanto encerra às 21h30. Ao domingo encontra-se encerrado e no sábado abre às 9 até às 13 horas. 

Por último, um pouco mais recatado fica o Parque de São Roque. Emblemático pela sua extensão, perfeita para piqueniques, treinos mais relaxantes, como por exemplo ioga, onde a dimensão do parque permite desligar do mundo exterior. Está aberto das 8 às 19 horas, onde pode aproveitar um dia inteiro, desde manhã ao final da tarde, até explorando o labirinto mágico. 

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA