fit

Insólito. Português foi às urgências com sintomas de otite, afinal tinha larvas no ouvido

O homem de 64 anos dirigiu-se ao Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos. Os parasitas já tinham perfurado o tímpano.
O número de camas disponíveis em Portugal é reduzido.

Um homem de 64 anos dirigiu-se ao Hospital Pedro Hispano, em Matosinhos com queixas de dor e comichão no ouvido esquerdo. Os primeiros sintomas haviam surgido há cinco dias e estavam a agravar-se. Face ao quadro descrito, inicialmente os médicos pensaram tratar-se de uma otite. Contudo, após a observação com o otoscópio perceberam que estavam perante um caso bem mais complicado — e raro.

O caso insólito foi partilhado pelos profissionais que o atenderam no “New England Journal of Medicine”, no passado dia 19 de novembro. Catarina Rato e Gustavo Lopes descrevem a situação com que se depararam: “O paciente tinha, afinal, o canal auditivo infestado por larvas carnívoras”.

Quando os otorrinolaringologistas retiraram os parasitas descobriram que estes já tinham deixado algumas sequelas no ouvido do paciente — parte do tímpano do homem de 64 anos tinha sido perfurado pelas lagartas. Foi feita a higienização do local e foi-lhe administrado antibiótico. Os especialistas receitaram ainda um outro medicamento para combater uma eventual infeção causada pelos parasitas.

No mesmo artigo, os médicos identificam as larvas como sendo da espécie Cochliomyia hominivorax, a larva de uma mosca parasita carnívora. Estes insetos, depois de eclodirem, devoram a pele e outros tecidos de animais de sangue quente, onde as fêmeas depositam os ovos. Em casos extremos, e se não for tratada convenientemente, uma infestação destes parasitas pode levar à morte de um ser humano.

larvas
As larvas.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA