fit

Liga dos Campeões: as zonas onde estiveram os adeptos ingleses alvo de rastreio

Medida vai ser implementada para tentar identificar a tempo eventuais surtos de Covid-19.
Medida é da ARS Norte.

Em campo, a final da Liga dos Campeões do passado sábado, 29 de maio, no Estádio do Dragão, ficou resolvida com a vitória por 1-0 do Chelsea sobre o Manchester City. Mas fora de campo, o debate foi duro e prolongado para além do jogo. Numa altura em que se critica a falta de controlo das autoridades, que permitiram diversos ajuntamentos de adeptos ingleses, sem qualquer distanciamento social e em muitos casos sem máscara, surgem também medidas para tentar travar eventuais surtos.

O semanário “Expresso” revela, citando Raquel Duarte, coordenadora dos planos nacionais de desconfinamento e consultora da Administração Regional de Saúde (ARS) do Norte, que vão ser realizados testes de rastreio nas zonas onde adeptos ingleses estiveram concentrados durante o fim de semana.

O objetivo passa por tentar identificar eventuais casos de contágio entre a população local, nomeadamente no setor da restauração. Saliente-se que esta medida da ARS Norte surge após um apelo da autoridade para que as pessoas que tenham estado nas zonas de concentração de adeptos ingleses estejam atentas a eventuais sintomas e optem por ter redobradas cautelas.

Foi ainda pedido às autoridades britânicas que partilhem rapidamente com a DGS todos os casos de quaisquer infeções novas que possam surgir por estes dias, associados à passagem pela cidade do Porto.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA