fit

O lanche da tarde que faz disparar o desejo sexual de qualquer mulher

Alguns alimentos têm o poder de ajudar a aumentar a libido. E não estamos a falar de coisas bizarras ou com preços absurdos.
Uma refeição rica em alguns alimentos pode ajudar.

A falta de libido — apesar de ser um tema tabu — atinge muitas mulheres portuguesas. Esta diminuição do desejo sexual pode estar relacionado com inúmeros fatores alheios ao relacionamento do casal. As questões emocionais, o desequilíbrio hormonal, a toma de medicação ou o consumo de álcool em excesso podem contribuir para esta condição. Contudo, existem também algumas formas de recuperar a vida sexual. A solução mais fácil pode até estar na sua despensa.

Já todos ouvimos falar de alimentos afrodisíacos. Algumas frutas tropicais, as trufas, o café e até o picante são alguns dos exemplos mais referidos. O termo “afrodisíaco” remete à Afrodite, deusa grega do amor, da virilidade e da beleza, dona de um forte poder de sedução. Desde a Antiguidade algumas especiarias são utilizadas como forma de estimular o apetite sexual.

“A verdade é que os alimentos não são, nem podem ser considerados milagrosos e se calhar o termo afrodisíaco não está bem empregue, mas na prática podem ser um excelente aliado”, explica a nutricionista Lillian Barros.

Os alimentos que se inserem neste grupo contêm, normalmente, propriedades que despertam sensações associadas à excitação sexual. “A capacidade fisiológica de aumentarem a vasodilatação, a temperatura corporal, a transpiração, estimularem a frequência cardíaca e favorecerem a irrigação em várias partes do corpo, mas que também conquistam pelo seu formato, odor, aroma e paladar”, esclarece a especialista em nutrição e autora do blogue “Santa Melancia”.

E não se tratam de alimentos estranhos dos quais nunca ouvimos falar ou que têm um preço absurdo. Grande parte deles são alimentos comuns que fazem parte de muitas das receitas que faz em casa. Um desses exemplos são as amêndoas e outros frutos oleaginosos. Estes snacks saudáveis são ricos em arginina que, como explicam as nutricionistas Rafaela Teixeira e Mafalda Rodrigues de Almeida “está associada a um aumento do desejo sexual e também a um aumento na frequência de orgasmos”. Se sente que a sua libido diminui, pode estar na hora de trocar o seu lanche da tarde por um punhado de frutos secos.

Carregue na galeria para conhecer os restantes alimentos que a podem ajudar a aumentar a libido.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA