fit

Porto é uma das melhores cidades do mundo para um estilo de vida saudável

Tem 2,468 horas de sol por ano, uma localização perfeita para atividades ao ar livre e um custo de vida mais baixo em comparação com outras cidades.
Ficou em quarto lugar.

Desde que não coma francesinhas todos os dias, tudo não deve haver problema. Um novo relatório do site Healthnews, publicado esta sexta-feira, 29 de março, coloca o Porto como uma das melhores cidades para quem procura um estilo de vida saudável.

O site que se dedica à divulgação de informação sobre a área da saúde, analisou os dados de 40 das maiores e mais famosas cidades do mundo, com base em dez fatores: índice de felicidade (lançado recentemente); atividade física média semanal; horas de sol; índice de qualidade do ar; custo de adesão de um ginásio para um adulto; duração média do sono; taxas de obesidade; número total de hospitais; duração média da semana de trabalho; preço da água engarrafada.

Feitas as contas, concluíram que a melhor cidade do mundo para viver uma vida saudável é Amesterdão, nos Países Baixos, reconhecida “pela sua cultura de ciclismo com 63 por cento dos seus residentes a circularem diariamente”. O número médio de horas gastas em atividade física, por semana, é o dobro da média global: 12,8 horas. Já para não falar que é a cidade com a média mais baixa de horas de trabalho semanais, com apenas 30 horas.

Bruxelas, na Bélgica, e Boston, nos EUA, completam o top 3 da lista. No quarto lugar surge então a cidade do Porto, que “possui qualidades que o tornam uma excelente opção para uma vida saudável” O relatório destaca, por exemplo, a localização costeira, que permite oportunidades para atividades ao ar livre, como caminhadas ao longo do rio Douro ou em parques naturais próximos. 

Além disso, apesar da francesinha ser um dos pratos mais conhecidos, a cidade oferece uma dieta rica em marisco fresco, vegetais e azeite, o que contribui para diminuir os índices de doenças cardíacas e promover o bem-estar.

Já no que diz respeito ao clima, beneficia de 2.468 horas de sol por ano, o que acaba por incentivar a prática de exercício ao ar livre durante todo o ano, com uma média de 5,9 horas por semana. “Tem um custo de vida mais baixo em comparação com outras cidades, tornando mais acessíveis opções de alimentação saudável e instalações desportivas”, destaca a publicação. A inscrição num ginásio, por exemplo, ronda os 36€.

No final do ano passado, a Área Metropolitana do Porto viu nascer o StudioWave, um espaço de cowork com modalidades para todos os gostos e rotinas. Carregue na galeria para descobrir o espaço, localizado na zona da Boavista.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA