fit

Siiiim: a implacável rotina de treino de Ronaldo para ajudar Portugal a ganhar o Mundial

O capitão português é conhecido pelas incríveis performances dentro de campo, mas ninguém fica indiferente aos seus abdominais.
O jogador vai estrear-se esta quinta no mundial.

Portugal defronta o Gana esta quinta-feira, 24 de novembro, o jogo de estreia da Seleção no Mundial do Catar. Todos esperamos uma boa prestação da equipa, e de Cristiano Ronaldo em particular, cujo desempenho será analisado à lupa. A situação profissional do capitão português tem deixado a imprensa em alvoroço, mas uma coisa é certa: aos 37 anos o jogador mantém uma excelente forma física e está preparado para qualquer desafio.

Em 2004, um miúdo alto e esguio estreou-se no campeonato europeu do futebol e deixou todos surpreendidos com o seu talento. Os anos foram passando, o rapaz foi crescendo e evoluindo. Atualmente, poucos ficam indiferentes às performances e ao corpo musculado e tonificado de Cristiano Ronaldo. Há mesmo quem diga que se transformou numa máquina de marcar golos.

Muitos acreditam que se tornou um dos melhores jogadores do mundo graças a uma fórmula secreta. Porém, os resultados que tem alcançado ao longo da carreia, como já explicou várias vezes, são fruto de muito trabalho, exigência, consistência e dedicação.

A rotina de treinos de Ronaldo

Alcançar o nível a que Cristiano chegou no mundo do futebol profissional implicou uma persistência e foco acima da média, bem como rotinas de exercícios e alimentar muito restritas, que não estão ao alcance da maioria dos comuns mortais. O jogador submete-se a treinos muito intensos e a rituais de recuperação que não são para qualquer um.

Contudo, e por mais surpreendente que possa parecer, o plano de treino de Ronaldo não é tão complexo como seria de esperar. O atleta português treina cinco dias por semana, seguidos de dois de descanso. Todos os dias exercita partes diferentes do corpo, com movimentos muito específicos prescritos pelos profissionais que o acompanham.

Para começar a semana, o avançado português começa por treinar pernas. Entre lunges, squats, saltos para a caixa, lateral bounds ou saltos em comprimentos Ronaldo faz, no tota,l cinco exercícios em circuito. Depois repete-os três vezes. Estes movimentos destinam-se a melhorar a força dos membros inferiores.

Terça-feira significa dia de descanso, mas isso não significa que não corra ou nade. Às quartas-feiras faz exercícios de alta intensidade centrados na parte superior do corpo. São cerca de cinco exercícios com flexões, feitos em circuito. Este, mais uma, vez é repetido três vezes.

Às quintas-feiras, Cristiano Ronaldo testa os seus limites com power cleans e sprints. Este treino é pensado para fortalecer os músculos das coxas e melhorar a resistência.

Um futebolista precisa de conseguir manter a estabilidade durante os movimentos para ter uma melhor performance. É por isso que os treinos de sexta-feira de Ronaldo envolvem a realização de vários movimentos associados ao bodybalance que desenvolvem a estabilidade e trabalham os abdominais. Sábado é dia de descanso e domingo faz cardio, dia em que Ronaldo costuma correr.

Embora adore treinar, o futebolista não descura o tempo de descanso. Mantém um padrão de sono regular e toma banhos gelados para acelerar a recuperação muscular.

A importância da rotina alimentar equilibrada

“Um bom treino deve ser combinado com uma boa alimentação”, afirma muitas vezes o jogador nas legendas das suas publicações. E segue o lema à risca. Ronaldo mantém uma dieta rica em proteínas, com muitos hidratos de carbono integrais, frutas e vegetais, e evita alimentos açucarados.

O português tem um nutricionista que o acompanha desde os tempos do Real Madrid e que o aconselha a fazer seis pequenas refeições por dia — ou seja, uma a cada três a quatro horas. Desta forma mantém-se sempre saciado e com uma taxa de metabolismo basal constante.

Ronaldo ingere uma quantidade importante de proteína. Gosta sobretudo de peixe e marisco, carnes magras e bifes de vaca. No entanto, o seu prato favorito é bacalhau à Brás. Ao pequeno-almoço, Ronaldo come queijo, presunto e iogurte desnatado ao qual junta muitas frutas. E, como acontece com muitos portugueses, a primeira refeição do dia só fica completa com torradas. Porém, troca a manteiga por abacate, uma gordura mais saudável.

A hidratação também é essencial na rotina de Cristiano Ronaldo, e evita o álcool e os refrigerantes. Aliás, a sua opinião sobre este tipo de bebidas é bem conhecida. No Euro 2021, durante uma conferência de imprensa da Seleção portuguesa retirou de forma brusca a garrafa de Coca-Cola que estava na mesa onde se sentou, aconselhando todos os que assistiam a “beberem água”.

Cristiano Ronaldo está incrivelmente orgulhoso do seu corpo e da sua capacidade de conseguir desafiar os inevitáveis sinais de envelhecimento. Aos 37 anos, está tão apto fisicamente como estava há mais de uma década.

“Tenho 36 anos e ainda posso competir com os melhores jogadores, ainda consigo manter a forma em que estava quando tinha 20 anos”, disse o ano passado, em entrevista à ESPN Brasil. O capitão da Seleção nacional consegue tal proeza porque desenvolveu uma compreensão profunda das necessidades do seu corpo, seja em termos de nutrição, desempenho ou recuperação. A experiência acumulada ao longo dos anos deixa muito pouco espaço ao acaso.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA