fit

Um engenheiro, um médico, um piloto e um gestor juntaram-se para criar o YourPadel

O novo clube do Porto tem 1.800 metros quadrados e seis campos. Por lá também pode comer, beber café e descansar.
Está a ser um sucesso.

Marco Carvalho, de 47 anos, é engenheiro mecânico. Ricardo Pinto, de 40, é médico hematologista no hospital de São João. Já Mário Pacheco, de 45, é comandante da TAP. E, por último, José Luís Rosas, de 36, — o único dos quatro com experiência na gestão de campos de padel. Isto não impediu, contudo, que todos se juntassem para abrirem o novo clube do Porto.

“Estou ligado ao padel há oito anos. Fazia parte de outro clube e foi lá que nós nos conhecemos”, conta José à NiT. Começou como rececionista, mas rapidamente foi subindo na hierarquia. Gestão da operação, clientes, recursos humanos e organização de torneios eram apenas algumas das funções que, com o passar do tempo, ficaram nas mãos do agora fundador do YourPadel.

O espaço abriu na zona de São João, em janeiro. A escolha do local resultou da combinação de dois fatores: a falta de uma infraestrutura do género e a proximidade a potenciais clientes. “Existe pouca oferta para estes lados”, explica. “Descobrimos aqui o lugar perfeito. Estamos perto das faculdades e nós queremos trabalhar com os estudantes, porque muitos ainda não tiveram a oportunidade de praticar padel”, acrescenta.

A cerca de dez minutos a pé (e cinco de carro) está o hospital. Também espera atrair atletas entre os “médicos, auxiliares e enfermeiros que trabalham por turnos.” Tendo aquele desporto uma vertente “bastante social”, acredita que receberão muitos eventos corporativos. “Esta modalidade cativa muito porque qualquer uma pessoa a aprende rapidamente a jogar”, confessa.

A criação do YourPadel aconteceu “muito de repente”. No passado, o espaço acolheu muitos outros conceitos. Em 2018 era uma estação de autocarros e, mais recentemente, era uma loja de comércio oriental. “Em dois meses fizemos aqui magia”, brinca. O processo foi “doloroso”, mas acabou por valer a pena — criaram um conceito raro naquela zona do Porto.

“Conseguimos montar um pavilhão num sítio confortável. As pessoas sentem-se bem e estão super envolvidas no projeto.” O investimento na materialização daquele sonho conjunto foi de aproximadamente 600 mil euros. Para lhe darem vida, trabalharam em conjunto com o Designer’s Mint, um estúdio de arquitetura e design de interiores.

O clube, com 1.800 metros quadrados, acolhe seis campos de padel. O espaço inclui também um café e uma loja com artigos indicados para a prática daquele desporto. Numa outra zona, há uma televisão, sofás e pufes, onde poder relaxar antes ou depois de um jogo.

“Os clientes que aqui entram pela primeira vez ficam fãs. É importante que se sintam bem. Aqui são caras conhecidas e não apenas um número”, garante José. Para o cofundador, que trabalha no YourPadel a tempo inteiro, esta proximidade é algo que se está a perder noutros clubes. “Aqui criamos uma boa comunidade e temos pessoas bastante fidelizadas”, afirma com orgulho.

A decoração aposta em apontamentos mais jovens, tendência que se reflete, por exemplo, no bar onde está uma parede grafitada por um artista portuense. Nos campos, podem ler-se frases inspiradoras que mostram o que é o padel. “O sucesso não é o final. O falhanço não é fatal. O que importa é a coragem de continuar”, são apenas algumas.

José, que já tinha experiência na organização de torneios de padel, resolveu continuar a fazê-lo no YourPadel. Há duas semanas criou uma competição que começou na quinta-feira, 23 de março, e que se estendeu até domingo, 26. As expectativas eram altas, mas, mesmo assim, ficou surpreendido com a quantidade de jogadores inscritos.

“As inscrições esgotaram e excedemos o limite. Recebemos 160 duplas”, revela. A experiência foi “muito engraçada” e o balanço é francamente positivo. Afinal, não é todos os dias que um clube com poucos meses de existência consegue atrair de forma consistente, tantos jogadores. Claro que houve prémios: troféus, garrafas de três litros de cerveja, vinhos — e não só. A equipa que ficou em primeiro lugar no escalão mais elevado, por exemplo, recebeu 300 €. Foi um sucesso a repetir— apenas não têm a certeza de quando o farão. “Talvez no final de maio ou início de junho”, aponta José.

Os preços de aluguer de campo começam nos 3€ por uma hora (e por pessoa). Também pode comprar aulas individuais — as sessões custam 45€ (ou 24€ cada jogador, caso vá acompanhado); ou em packs — o mais barato custa 200€ por pessoa e inclui cinco aulas.

Carregue na galeria e fique a conhecer melhor o novo clube de padel do Porto.

ver galeria

FICHA TÉCNICA

  • MORADA
    Estrada da Circunvalação, 7234
    4425-420 Porto
  • HORÁRIO
  • De segunda a sexta-feira das 9h às 23h
  • Sábado e domingo das 9h às 21h

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA