na cidade

As Camélias: no novo “paraíso urbano” do Porto os preços começam nos 800 mil euros

O empreendimento de luxo situa-se na propriedade da antiga residência dos Graham, donos da Fábrica dos Ingleses.
Chama-se As Camélias.

Estas camélias não são flores. Confuso? Nós explicamos. É o nome do complexo residencial de luxo que será construído na zona da Boavista, no Porto. O empreendimento As Camélias é promovido pela JLL e a Engel & Völkers e vai nascer num terreno de 5.350 metros quadrados, na antiga propriedade dos Graham, donos da antiga Fábrica de Fiação e Tecidos da Boavista, mais conhecida por Fábrica dos Ingleses.

Irá ser desenvolvido em redor do edifício original, agora remodelado e transformado em três habitações — mas mantendo a inspiração britânica. As restantes moradias serão todas construídas de raiz. 

O projeto, situado junto ao parque residencial da Boavista, está rodeado de vegetação e terá um total de 20 moradias unifamiliares distribuídas por tipologias T2, T3+1 e T4+1, com áreas interiores que vão desde os 101 aos 287 metros quadrados. Todas as habitações têm jardim privado e estacionamento. Já a zona comum inclui mobiliário exterior, áreas de descanso, espaços com equipamentos para a prática de desporto, zona de solário natural e jardins.

Os preços dos apartamentos começam nos 800 mil euros, podendo chegar a um milhão de euros, já os valores das moradias oscilam entre 1,3 e 1,5 milhões de euros.

O projeto de arquitetura, de autoria do prestigiado gabinete portuguesa OODA, caracteriza-se pelo design contemporâneo, elegante e de linhas orgânicas da nova construção. Destaca-se sobretudo a integração harmoniosa entre as fachadas de madeira, o betão, a luz natural, a vegetação e o edifício histórico.

As Camélias é um condomínio privado que beneficia de bons acessos e da proximidade de comércio, serviços, escolas de renome e equipamentos culturais, desportivos e de lazer, sendo assim a combinação perfeita para quem privilegia a exclusividade, qualidade e tranquilidade no centro do Porto.

A seguir, carregue na galeria para ver as primeiras fotografias do projeto.

 

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA