na cidade

Depressão Nelson despede-se, mas o mau tempo continua pelo Porto nos próximos dias

Aguaceiros, vento forte e formação de gelo são algumas das previsões do IPMA para esta segunda-feira.
Inverno teima em ficar pela cidade.

Depois de uma Páscoa marcada pelo mau tempo, que causou cerca de 50 ocorrências na cidade do Porto, entre elas queda de árvores, a depressão Nelson prepara-se para abandonar todo o País a partir desta segunda-feira, dia 1 de abril.

Contudo, o norte de Portugal será ligeiramente afetado nos próximos dias devido a uma depressão que se estende da Islândia à Madeira. Tal como indica o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), foi emitido um alerta para “uma perturbação moderada causada por queda de neve com acumulação e possível formação de gelo”, nomeadamente em vias condicionadas ou interditas.

Para esta segunda-feira, o distrito do Porto encontra-se sob aviso amarelo por causa da neve até às 15 horas. Prevê-se que a queda de neve seja acima de 1.000 a 1.200 metros, com acumulação que poderá ser até 25 centímetros acima de 1.600 metros. A cidade está também sob aviso amarelo do IPMA devido à precipitação.

No dia seguinte, o distrito do Porto deixa de estar sob aviso amarelo, contudo continua a previsão de aguaceiros frequentes, com possibilidade de ocorrência de trovoada até ao final da manhã. Espera-se ainda vento fraco a moderado (até 30 quilómetros por hora), soprando por vezes forte (até 40 quilómetros por hora) junto à costa.

Quarta-feira, 3 de abril, estará marcada por uma ligeira subida das temperaturas, com os termómetros a atingir os 13 e 18 graus de mínima e máxima, respetivamente. Existe ainda 80 por cento de probabilidade de chuva, apesar de o sol espreitar ao final da manhã.

Na quinta-feira, 4 de abril, o cenário mantém-se semelhante, com a probabilidade de precipitação frequente a descer até aos 70 por cento. Regista-se ainda uma pequena descida das temperaturas, até aos 12 graus de mínima e 17 de máxima.

Sexta-feira, 5 de abril, será o dia mais quente da semana, com os termómetros a atingirem os 20 graus de máxima. A probabilidade de chuva desce aos 60 por cento e pode esperar um dia um pouco solarengo, mas com vento, por vezes forte, sobretudo junto à faixa costeira.

Já o fim de semana não promete ser muito animador, com a probabilidade de precipitação a subir aos 96 por cento, existindo a possibilidade de ocorrência de trovoada ao longo do dia. O aviso de agitação marítima também estará presente no sábado e domingo, acompanhado de um vento por vezes forte (até 60 quilómetros por hora) e a descida das temperaturas até aos 10 e 17 graus de mínima e máxima, respetivamente.

Já que o mau tempo vai continuar, carregue na galeria para descobrir oito spots portuenses ideais para refugiar-se do frio e aquecer o corpo (e a alma) com alguns dos melhores chocolates quentes da cidade.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA