na cidade

Estátua O Ardina já não está na Praça da Liberdade

A famosa escultura foi retirada do local devido às obras do metro naquela zona.
Fotografia de Filipa Brito para Porto.

A estátua O Ardina é uma das mais conhecidas do Porto e ponto obrigatório de fotografias para muitos turistas. Esta quarta-feira, 6 de julho, a famosa obra de arte foi retirada da Praça da Liberdade.

O motivo para tirar a obra de arte do seu local habitual, explica a autarquia no seu site, deve-se às obras da Linha Rosa do Metro do Porto, que entram numa nova fase naquela zona. No local, irá ser construída uma entrada para a estação S. Bento/Liberdade.

Depois de ter sofrido um ato de vandalismo em junho do ano passado, a estátua O Ardina ficou sem uma mão, embora a mesma tenha sido depois recuperada pelas autoridades. A retirada da estátua será, por isso, aproveitada para a sua restauração.

“Vai para as reservas municipais, e lá será objeto de todo o tratamento e restauro que lhe é devido, nomeadamente o tratamento do punho, da mão e do próprio jornal. O próprio marco será restaurado, porque está em muito más condições e é uma parte integrante da obra. Não podemos olhar para O Ardina sem o marco ao lado”, diz a diretora municipal de Cultura e Património, Cristina Guimarães, citada pelo site da autarquia.

Devido à necessidade de remoção também do marco de correio onde a estátua se apoia e de parte do chão à sua volta, a operação de retirada da obra foi mais exigente do que o habitual.

Da autoria de Manuel Dias, a estátua O Ardina estava na Praça da Liberdade desde 1991. Além disso, o facto de estar ao nível de quem por ali passa é uma característica que a torna única na cidade.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA