na cidade

Já pode descer nos tobogãs gigantes deste parque de diversões a 2 horas de Portugal

A zona aquática, com uma piscina de ondas e escorregas com várias curvas, reabriu no dia 1 de junho. Há muitas novidades.
Reabriu a 1 de junho.

Além da praia e piscina, os meses de verão convidam a dias passados em parques aquáticos, com escorregas enormes e atrações cheias de adrenalina. Se já passou pelo Slide & Splash, o Aquashow ou o Aqualand, no Algarve, está na hora de ir um pouco mais longe e conhecer um dos complexos mais famosos do país vizinho — que fica apenas a duas horas de carro desde o sul de Portugal.

Inagurado há mais de 25 anos, a Isla Mágica, em Sevilha, rapidamente se tornou um clássico da capital andaluza, sempre com novidades em cada temporada. Em 2024, não foi exceção. 

O parque diversões reabriu ao público a 6 de abril, mas só no início de junho é que a zona aquática, cheia de atrações refrescantes, voltou a receber visitantes. Tal como acontece todos os anos, os espéctaculos de rua e o entretenimento são renovados para oferecer variedades aos turistas que costumam visitar o recinto.

Para esta temporada, há então duas novas produções que podem ser vistas no cinema 4D: o “Azteza”, um voo virtual sobre a selva que se pode ser transformar num verdadeiro pesadelo; e o “Peter Pan”, onde os espetadores poderão voar para a Neverland, tal como o menino que nunca cresce.

A grande surpresa deste verão, contudo, é a estreia do novo espetáculo do lago, apresentado todos os dias ao anoitecer, pouco antes do parque encerrar, às 22 horas. Chama-se “Enigmas” e destaca-se pelos efeitos especiais, audiovisuais e fogos de artifício.

“Retornando da sua última viagem às Américas, os três protagonistas mostrarão ao público a sua nova coleção de dispositivos misteriosos. Nada é impossível quando a noite cai no lago”, lê-se no site sobre o mais recente espetáculo, que dura cerca de 20 minutos. É o momento perfeito “para se despedir de um dia mágico”.

Já no que diz respeito aos espetáculos de rua, há oito performances novas que vão animar os visitantes. Um deles é o “Tesoro del Copán”, uma “história hilariante repleta de incríveis números de circo”. O protagonista é um aventureiro que viaja pela selva com um elefante grande e uma aparância um tanto suspeita. “Vai em busca do Templo de Copán para obter o grande tesouro que se esconde nas suas galerias. Com o apoio do público, consegue despertar o guardião: um ser sobrenatural capaz de realizar prodígios inimagináveis”, diz a sinopse.

Como forma de homenagear os Jogos Olímpicos de 2024, que se vão realizar em Paris, o parque decidiu incluir na programação um espetáculo dedicado ao tema. A diferença é que vai ser passado em 1624 e os atletas são piratas de todo o mundo.

Apesar de não ser uma das novidades mais recentes, desde o verão do ano passado que a Isla Mágica tem uma nova atração que vai levar os visitantes ao céu — que tem feito um sucesso enorme. Chama-se Nao Vigía: El Globo de Sevilha e só é recomendado a quem não tem medo de alturas. Isto porque se trata de um balão de ar quente de hélio que sobe até 150 metros de altura — e oferece uma vista panorâmica incrível sobre a cidade.

O enorme globo, como lhe chamam, tem 34 metros de altura e a particularidade de estar ancorado ao solo por um cabo de aço que permite a subida e a descida. O design deste novo balão de ar quente inclui referências ao clássico logótipo da Isla Mágica, que foi alterado para o atual há vários anos, bem como parte de um mapa que reforça a temática e a estética marítima do parque de diversões.

Desde a sua inauguração que está a ser a sucesso e espera-se que seja um dos grandes destaques desta temporada. Contudo, andar no balão de ar quente requer um pagamento adicional. A entrada custa 5€ para quem tem bilhete para a Isla Mágica e 12,50€ para aqueles que só querem conhecer a novidade.

 
 
 
 
 
Ver esta publicação no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação partilhada por Isla Mágica (@islamagica)

 

A nova atração está situada no Puerto de India, um dos seus mundos do parque. A Puerta de América; Amazonia, La Guarida de los Piratas, La Fuente de la Juventud e El Dorado são as outras cinco. Entre as diversões mais populares (e com mais adrenalina) estão o “El Desafio”, uma espetacular queda livre de 68 metros, ou o “Jaguar”, a maior montanha-russa do parque que o desafia a cair de 32 metros de altura a uma velocidade máxima de 85 quilómetros por hora.

Também não faltam atrações aquáticas, que são igualmente assustadoras. É o caso do “Iguazú”, uma montanha-russa de água que parece ser um passeio tranquilo, mas que perto do final tem uma inesperada queda íngreme a mais de 60 quilómetros por hora, onde é impossível evitar os gritos. Já a “Anaconda” não tem apenas uma, mas sim três quedas de 8, 9 e 17 metros de altura. 

Para quem não adora adrenalina, existem opções menos radicais e adequadas a toda a família, como o “Los Bucarenos”, uma luta de jatos de água, ou o “Rápidos del Orinoco”, uma viagem a bordo de um barco pneumático.

A Água Mágica, que reabriu a 1 de junho, é o famoso parque aquático da Isla Mágica, O grande destaque desta área é a Praia Quetzal. Apesar no nome, é uma enorme piscina de ondas onde a diversão é garantida. 

Se procura ainda mais adrenalina há uma área que tem mesmo de conhecer: a Ilha dos Tobogãs. É um espaço com oito tobogãs enormes, de vários tamanhos e cores, que descem vertiginosamente para a piscina, seja numa queda a direito ou após uma viagem cheia de curvas.

A zona aquática fica dentro do parque temático e é preciso comprar o ingresso para a Isla Mágica para conseguir entrar. O bilhete de um dia inteiro para os dois parques custa 34,90€, se comprar online, e 49,80€ se for adquirido no próprio dia. Os miúdos pagam 26,90€ e 38,80€, respetivamente.

Depois de um arranque de época extraordinário, com mais de 20 mil passes a serem vendidos em apenas uma semana, o diretor do parque, Guillermo del Cruz, está confiante de que as visitas possam chegar aos 800 mil este ano. “Os objetivos continuam a ser ultrapassar as 800 mil visitas e, como sempre, continuar a ser uma referência turística para a cidade e para o ambiente”, destacou o presidente, citado pelo “Diario de Sevilla”.

Como lá chegar

Por estar relativamente perto da fronteira de Castro Marim, ir de carro até à Isla Mágica pode ser uma das melhores opções. A viagem dura menos de 1h30 e não precisa de se preocupar com o estacionamento: pode comprar o bilhete online.

Outra opção é apanhar um avião até Sevilha e, a partir daí, seguir caminho para o parque temático. Encontra bilhetes desde 51€, com partida de Lisboa, ou desde 37€, se apanhar o avião no Porto. A Isla Mágica dispõe de um serviço de autocarros que depois o levará até à estação de comboios de Santa Justa. Já na estação, pode apanhar um dos autocarros urbanos, com paragem na porta do parque.

Carregue na galeria para ver imagens de algumas das atrações mais conhecidas da Isla Mágica. 

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA