na cidade

Maior órgão de tubos do Porto vai ser reparado

As obras vão ter um apoio máximo da autarquia de 80 mil euros.
Fotografia de Porto.

O órgão de tubos da Igreja da Lapa vai sofrer um conjunto de obras de reparação e conservação. Para esta manutenção, a Câmara Municipal do Porto aprovou esta segunda-feira, 16 de maio, a atribuição à Irmandade da Nossa Senhora da Lapa de um apoio máximo de 80 mil euros.

No documento assinado pelo presidente da autarquia e citado pelo seu site, é destacado o “importante papel [da Irmandade da Nossa Senhora da Lapa] na dinamização cultural da cidade, nomeadamente na área da música”, bem como o interesse da Câmara Municipal do Porto em “apoiar projetos ligados à cultura e ao património material da cidade”.

A atribuição máxima deste valor monetário por parte da autarquia prende-se com o facto de este órgão já ter recebido concertos de organistas conhecidos mundialmente, mas também por ter sido “o primeiro em Portugal deste género”, como destaca Rui Moreira.

O órgão de tubos da Igreja da Lapa tem mais de 25 anos e conta com 64 registos, 256 combinações, quatro teclados e 4500 tubos. Ao todo, pesa cerca de 32 toneladas, distribuídas por 15 metros de altura, 10,5 metros de largura e cinco metros de profundidade.

“Foi construído pelo organeiro alemão Georg Jann, que o considerou a sua obra-prima, e terá custado cerca de um milhão de euros. Metade dessa verba foi angariada por donativos da comunidade”, sublinha ainda o site da autarquia.

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA