na cidade

Mercado do Bolhão reabriu esta quinta-feira

O histórico mercado do Porto está recuperado e já recebeu mais de 20 mil pessoas.
Boas notícias.

Eram 8 horas desta quinta-feira, 15 de setembro, quando o sino voltou a soar: está reaberto o Mercado o Bolhão. Depois de quatro anos de obras, o edifício histórico foi devolvido à cidade e aos comerciantes.

De cara lavada mas apresentando caraterísticas que todos identificam como a tradição do Bolhão, o mercado reabriu com um total de 81 bancas de produtos alimentares — das quais 59 são de comerciantes históricos —, 38 lojas — sendo 26 delas históricas — e dez restaurantes dos quais três ainda transitam do antigo mercado. Os comerciantes conhecem-se bem, alguns há várias gerações, e nem os habituais pregões ficam esquecidos neste regresso, que conta ainda com a imagem de Nossa Senhora da Conceição no seu conhecido nicho, na entrada principal do mercado.

“Este é o dia que nós queríamos, que toda a cidade queria”, disse o presidente da Câmara Municipal do Porto, Rui Moreira, citado pelo site da autarquia, acrescentando que este é “o momento da cidade do Porto se reencontrar com o Bolhão, consigo própria”.

O mercado tem no seu interior ruas com nomes caraterísticos e mantém detalhes como alguns azulejos, por exemplo. Entre as novidades desta renovação encontramos a cave logística, uma divisão que o mercado não tinha anteriormente. Este espaço irá permitir que as cargas e descargas sejam feitas através de um acesso por túnel em vez de causar transtornos ao trânsito habitual. Além disso, todos os comerciantes passam a ter espaços de arrumação, bem como a possibilidade de solicitar zonas de refrigeração para guardar produtos.

O Mercado do Bolhão vai funcionar durante a semana entre as 8 e as 20 horas, sendo que ao sábado fecha às 18 horas. A exceção é feita aos restaurantes, que vão poder estar abertos até à meia-noite. Ao domingo, o espaço comercial encerra. Nos próximos meses serão ainda lançados concursos para que novos comerciantes possam ocupar seis lojas e nove bancas disponíveis.

Entre a emoção dos comerciantes e a curiosidade dos portuenses, até às 13 horas desta quinta-feira passaram pelo reaberto Mercado do Bolhão mais de 20 mil pessoas. No total, a recuperação deste espaço histórico da cidade custou à autarquia cerca de 50 milhões de euros.

Carregue na galeria para descobrir como está o Mercado do Bolhão.

ver galeria

MAIS HISTÓRIAS DO PORTO

AGENDA